​CPI-9 recepciona 58 alunos-soldados

Curso terminará dezembro de 2019. (Divulgação/PM)

O CPI-9 (Comando de Policiamento do Interior) de Piracicaba recepcionou nesta quarta-feira (12), os 58 alunos-soldados, sendo 30 masculinos e 28 femininos, que frequentarão a primeira turma da Unidade Formadora de Novos Soldados da Polícia Militar de 2ª Classe. O curso, que será ministrado na sede regional da corporação, será no período de junho a dezembro deste ano. A solenidade contará com a participação do comandante do CPI-9, coronel Érico Hammerschmidt Júnior, o prefeito de  Barjas Negri (PSDB), além de policiais da região e demais autoridades.

 

Comandante CPI-9 e prefeito participaram da solenidade. (Divulgação/PM)

 

A tenente Luciana Batista Telesta, chefe da Seção de Comunicação Social do CPI-9 e coordenadora da unidade disse que a partir de agora, os alunos soldados devem saber que ingressaram em uma instituição especial e muito importante, cuja missão é servir a comunidade na qual todos nós pertencem e para isso serão exigidos e cultuados valores como a honra, a integridade, a disciplina, a hierarquia, a coragem, a tenacidade, a resistência, a iniciativa e a dedicação.

“Alunos deverão assumir postura compatível com o exigido pela Polícia Militar”, disse a coordenadora do curso, tenente PM Luciana. (Divulgação/PM)

 

“Todos os requisitos citados, só terão êxito se o soldado da corporação estiver ciente que precisa se empenhar ao máximo a fim de adquirir os conhecimentos necessários para sua formação profissional. Ainda assumir postura compatível com o exigido pela Polícia Militar, moldando hábitos e comportamentos de acordo com os valores voltados a servir à comunidade. Na esfera escolar e disciplinar, deve ser assíduo, interessado, estudioso, cultivador da forma física, disciplinado, respeitador, buscando desenvolver a camaradagem, o espírito de grupo e lealdade. Quanto ao comportamento social, deve afastar-se das más companhias e dos locais de reputação duvidosa, deve cultivar a honra, a justiça e os bons costumes”, afirmou a tenente.

 

Cristiani Azanha