​Motociclista e 2 pedestres morrem em acidente na Geraldo de Barros

Motocicleta foi apreendida (Divulgação)

Um motociclista e dois pedestres que tentaram atravessar a Rodovia Geraldo de Barros (SP-304) segurando uma escada, na noite de segunda-feira (26), morreram após o atropelamento. O garupa da moto foi socorrido ao Hospital Fornecedores de Cana, mas já teve alta médica. O caso foi registrado como homicídio culposo.

O acidente ocorreu às 23h55 de segunda, de acordo com a Polícia Civil, provavelmente, os dois pedestres (um casal) tentavam atravessar a rodovia, no quilômetro 167,3, sentido São Pedro, quando foi atingido pela motocicleta pilotada pelo estudante Felipe Fernandes Noronha Martins, de 22 anos. Devido ao impacto, o casal foi decapitado. O motociclista também morreu no local. Um estudante de 24 anos, que estava na garupa da moto foi socorrido pelos bombeiros à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Rezende, mas em decorrência da gravidade dos ferimentos foi transferido ao Hospital Fornecedores de Cana. Ele recebeu alta médica na madrugada de terça-feira (26).

A Polícia Militar Rodoviária preservou o local até o término da perícia realizada pelos agentes do IC (Instituto de Criminalística). Somente o motociclista, que residia no bairro Balbo, foi identificado. O casal não portava documentos. Os corpos foram encaminhados ao IML (Instituto Médico Legal) para a realização de exame necroscópico. Os laudos deverão ficar prontos no período de 30 dias.

O sepultamento do motociclista ocorreu no Cemitério da Vila Rezende, na tarde de terça-feira (27). As outras vítimas permaneciam sem identificação. Dois capacetes usados pelo piloto e garupa foram apreendidos pela polícia. A motocicleta e a escada foram levadas ao pátio de veículos. As circunstâncias do atropelamento serão apuradas posteriormente pelos policiais civis do 4º Distrito Policial.

 

Cristiani Azanha

[email protected]