10 anos de Jogos Estudantis; uma História sendo escrita

Pedro Antonio de Mello

O belo encerramento da 10ª edição dos Jogos Estudantis de Piracicaba, no Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas, no final de outubro demonstra a importância deste evento como força agregadora da sociedade piracicabana. Além dos 8 mil alunos participantes da rede particular de ensino, familiares e professores demonstraram o quanto uma festa dessa natureza pode ser encantadora. Alunos de 20 escolas particulares competiram em 14 modalidades esportivas (atletismo, basquete, coreografia, damas, futsal, gincana, handebol, natação, tênis de mesa, voleibol, xadrez, canoagem, vôlei de praia), ao longo de 9 meses.

Como secretário municipal de Esportes e de Saúde, recordo que desde 2005, quando do início da primeira gestão do prefeito Barjas Negri, enfatizávamos a promoção, socialização e confraternização entre os adolescentes nessas atividades esportivas, nos moldes dos Jogos Colegiais, torneio que se tornou tradicional em Piracicaba na década de 1990, que tinha por princípio a difusão do esporte junto aos jovens, preparando-os, inclusive para representar Piracicaba nas competições esportivas.

Os Jogos Estudantis fundamenta-se em um entendimento que extrapola os limites do ganhar ou perder, pois defende o fair play, a cooperação e superação de barreiras, a formação de novas amizades, proporcionando momentos de pura alegria entre os adolescentes, em uma disputa amigável, extremamente saudável. Além de difundir os valores do esporte entre os jovens, é um alimento para fortalecer o espirito esportivo

Até então as competições aconteciam apenas entre alunos da rede pública estadual, dentro dos Jogos Escolares. Em 2008, a Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Atividades Motoras (Selam) organizou a primeira edição dos Jogos Estudantis. De lá para cá houve muitos avanços de organização e de treinamento dos alunos, o que fez evoluir a qualidade das provas. São, portanto, 10 anos de história de incentivo à prática esportiva.

Como nos anteriores, na festa de encerramento deste ano foram entregues troféus para os três primeiros colocados nas respectivas categorias (Pré-Mirim, Mirim e Juvenil), além dos troféus para os três primeiros colocados no geral, cuja classificação final apontou o Dom Bosco Assunção na primeira posição ao somar 355 pontos superando o CLQ que somou 335 pontos e o Liceu que ficou em terceiro lugar com 275. Conforme determina o regulamento da competição, o Dom Bosco Assunção ficou com o Troféu Transitório.

Ao parabenizar os participantes do evento durante a solenidade de encerramento, o prefeito Barjas Negri tocou também em um ponto importante, que é o fato de os alunos se encontrarem em uma fase riquíssima de suas vidas, desenvolvendo suas competências para a vida cidadã. “Aliar o aprendizado em sala de aula com a disciplina e a noção de grupo proporcionado pelo esporte é o que coroa esta etapa, e o que tão bem fez e faz os Jogos Estudantis aos atletas de Piracicaba” enfatizou.

É com esta alegria e presença de espírito que parabenizo a todas as escolas particulares (alunos, professores e diretores) que participaram desta edição e esperamos que no ano que vem tenhamos um evento ainda melhor. Só assim construiremos uma sociedade forte e participativa, uma vez que o esporte, como fair play, tem essa função de fortalecer os laços entre as pessoas. Uma História, com H maiúsculo, está sendo escrita.

Secretário Municipal de Saúde e de Esportes