12º In Fight Muay Thai agita fim de semana em Piracicaba

Luis Réginaldo Pezzato, o Régis Muay Thai é um dos organizadores do evento em Piracicaba (Foto: Líder Esportes) Luis Réginaldo Pezzato, o Régis Muay Thai é um dos organizadores do evento em Piracicaba (Foto: Líder Esportes)

Com o total de 37 lutas, sendo sete combates profissionais e três disputas de cinturão, a 12ª edição do In Fight Muay Thai Piracicaba promete ser eletrizante e deve agitar a cidade neste sábado (16). O evento começa às 16h, com o card preliminar, enquanto os duelos válidos pelo card principal têm início previsto para as 19h. A programação, porém, começa na véspera: na sexta-feira (15), será realizada a pesagem oficial, a partir das 18h30, em frente à Academia Diferencial (Avenida Independência, 2.971).

“A estrutura está muito legal, é um evento que começa diferente e terá um formato novo. A pesagem em frente à Academia Diferencial, que é um local bastante movimentado, será feita com um show de luzes e ring girls, além de um treino aberto. No sábado, esperamos recorde de público. Teremos lutas importante, disputa de cinturão entre atletas com experiência internacional. Vale a pena assistir, pois será eletrizante”, afirmou o treinador Luis Reginaldo Pezzato, o Régis Muay Thai, organizador do evento.

A 12ª edição do torneio terá como sede a academia In Fight Piracicaba, que está instalada na rua Fernando Lopes, 626, bairro Paulicéia. Os convites serão vendidos pelo preço único de R$ 20. A equipe da casa terá vários representantes nos dois cards, com destaque para Lucas Oliveira ‘Mão de Pedra’, que enfrenta João Samurai, de São Paulo, pela categoria dos pesados. “O Lucas está muito bem preparado e esperamos que ele saia vitorioso. É um atleta que fez 15 lutas e tem apenas uma derrota, mas sabemos que irá enfrentar um oponente com experiência”, disse Régis.

CINTURÕES

Nas disputas por cinturão, Matheus Vinicius, de Tietê, enfrenta Boyca, de Boituva, na categoria 60 kg, enquanto Ícaro Loucura (Bragança Paulista) encara Alison (Americana) na divisão dos 71 kg. O duelo principal vale o cinturão tailandês concedido pela Pairojnoi Muay Thai PMIF na categoria 67 kg. O desafiante é Samuel Paiva, de Belém (PA), equipe Black Diamond, que tem currículo vitorioso no Max Muay Thai, na Tailândia. Pela frente, terá de desbancar o paulistano Luiz Henrique, dono do cinturão e representante do Favoreto Team. O combate marca ainda a revanche entre os atletas, após a vitória de Luiz Henrique em 2017.

Líder Esportes