14º Fentepira seleciona espetáculos de vários estados

“O Fentepira, como já é tradição, apresentará, em 2019, espetáculos de alto nível, voltados a diferentes segmentos de público. Teremos uma variedade de linguagens dramatúrgicas, de forma a estimular a criação artística, a inovação e a valorização da arte”, afirma Rosângela Camolese, secretária municipal da Ação Cultural e Turismo. (Foto: Daniela Alvisi)

De 1 a 10 de novembro, o 14º Fentepira (Festival Nacional de Teatro de Piracicaba), reúnirá 10 espetáculos de grupos dos Estados de Amazonas, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. As peças, selecionadas entre as 184 inscritas, foram anunciadas em bate-papo no Sesc com as curadoras Dione Carlos e Patrícia Gifford. Cinco espetáculos foram escolhidos como suplentes. O festival terá ainda outros três espetáculos convidados. As apresentações, gratuitas, acontecem nos Teatros Municipais Dr. Losso Netto e Engenho, no Sesc e no Sesi.

“O Fentepira, como já é tradição, apresentará, em 2019, espetáculos de alto nível, voltados a diferentes segmentos de público. Teremos uma variedade de linguagens dramatúrgicas, de forma a estimular a criação artística, a inovação e a valorização da arte”, afirma Rosângela Camolese, secretária municipal da Ação Cultural e Turismo.

Foram selecionados os espetáculos “(I)mundo de Sofia”, de Ana Oliveira (Manaus/ AM); “Ariano – O Cavaleiro Sertanejo”, com Os Ciclomáticos (Rio de Janeiro/RJ); “Lama – O Grande Cemitério”, do NucleArte (Poços de Caldas/MG); “De Mais Ninguém” da Cia Cênica (São José do Rio Preto); “A Princesa e a Costureira”, do Teatro da Conspiração (Santo André/SP); “DesTino – Quando o que está dito não precisa de palavras”, do Barracão Teatro (Campinas/SP). Representam a cidade de São Paulo (SP) as peças “(IN)JUSTIÇA”, da Companhia de Teatro Heliópolis e “Buraquinhos – ou o Vento é Inimigo do Picumã”, da Carcaça de Poéticas Negras. De Piracicaba, se apresentam “Peneiras Conta Negritude”, do Coletivo Peneiras e “Cordel do Mistério de Caiatú”, da Tragatralha Cia de Teatro.

Como convidados, se apresentam “Parangolé”, do Grupo de Teatro Armatrux; “Br- -Trans”, com o ator Silvério Pereira e “O Buraco do Muro”, do Maracujá Laboratório de Artes.

Na lista de suplência estão “Episódio I – Uenda – Congembo (morrer)”, da Ponte Elemento Per (Santo André/ SP); “Antígona, ao lado da justiça onde quer que ela esteja”, com o Teatro da Neura (Suzano/SP); “Era uma vez um Rei”, da Cia Pombas Urbanas (São Paulo/SP); “Miguilim Mutum”, da Companhia Azul Celeste (São José do Rio Preto/SP) e “Lelia Abramo, uma atriz”, com a Central de Artes Cênicas Ltda/Cia Teatro da Cidade (também de São José do Rio Preto/SP).

Informações do Fentepira na página do festival no Facebook: @festivaldepiracicaba

Da Redação