2.000 participaram da Festa das Crianças da Pauliceia no domingo

crianças Festa aconteceu em homenagem ao Dia das Crianças. ( Foto: Alessandra Cavalcante )

Cerca de 2.000 pessoas prestigiaram a Festa das Crianças da Pauliceia, no último domingo (21). O Ginásio do bairro ficou repleto de crianças, adolescentes, familiares e dezenas de voluntários. Além das brincadeiras, todos os participantes puderam comer guloseimas à vontade. Foram consumidos 3.000 cachorros quentes, 1.500 porções de cuscuz, 100 quilos de batatinhas, 35 quilos de pipoca salgada, cerca de 100 fardos de refrigerantes.

A Festa das Crianças da Pauliceia contou com 50 voluntários e seus familiares, doações de empresários, comerciantes, comunidade local, sob o comando dos organizadores Andréia Regina Francetto, Antonio Moacyr Francetto Júnior, Ubirajara Sabino, Jonatas Philipe, Cléssio Sabino, Juliana Nery, Cristiano Pira, Adilson Moraes, Joselene Jardim. “A festa somente é um sucesso porque temos a união com todos os envolvidos, organizadores, voluntários, patrocinadores. Sentimos satisfação em ver o sorriso de crianças que, muitas vezes, que não têm como participar de uma festa”, explica Francetto Junior.

Quem um dia foi criança e já curtiu a festa, agora leva os filhos, o que se torna uma tradição alcançando gerações. Esse é o caso da dona de casa Greice Kelly Gimenes Bueno, 35, que levou a pequena Laura Vitoria Gimenes Bueno, de 2 anos e 10 meses, para se divertir no evento. “Eu era adolescente e participava da festa, quando ainda era na rua. Tenho mais dois filhos, um de 19 e outro de 15 anos, que também sempre participaram porque a festa é muito boa”, ressalta Greice Kelly.

Os amigos Gabriel Rodrigues, 15, e Pedro Henrique Hipolito, 14, que esperaram com ansiedade pela edição deste ano, se divertiram o dia todo, brincando no touro mecânico e jogando futebol de sabão. “Faz uns três anos que venho na festa. Acho que mesmo quando eu estiver com 18 anos vou continuar a vir”, afirma Gabriel. Segundo os meninos, as brincadeiras melhoram a cada ano. “Eu venho desde os 11 anos e sempre tem brinquedos diferentes. Comi e repeti várias vezes: cachorro quente, cuscuz, pipoca e tomei muito refrigerante”, conta Pedro Henrique.

CASA DO HIP HOP – Nos últimos quatro anos, a Casa do Hip Hop tem sido parceira da comunidade na realização da Festa das Crianças da Pauliceia. Para Ubirajara de Barros Sabino, o Bira, coordenador da Casa do Hip Hop, a união entre todos em prol da melhor utilização dos espaços públicos, fortaleceu a comunidade. “Antes faziamos duas festas e com a união de todos, pudemos melhorar o evento”, diz o coordenador.

(Eliana Teixeira)