3 erros para não cometer na hora de gravar um vídeo currículo

RH Especialista em RH fala sobre o que não deve constar nas gravações audiovisuais de quem busca emprego.( Foto: Freepik)

O vídeo currículo é uma realidade nos processos seletivos em todo o mundo. No Brasil, a ferramenta deixa de ser usada somente na seleção de vagas criativas e profissionais jovens, como traines, e ganha o gosto dos demais departamentos de Recursos Humanos das empresas, principalmente pela assertividade e otimização nos processos, conforme a especialista em RH Cammila Yochabell, fundadora da plataforma de empregos em formato de vídeo currículo Jobecam.

Ela comentou que, não à toa, surgem inúmeras dúvidas do que vestir, o que falar ou fazer frente às câmeras. “Quando usada a seu favor, a ferramenta em vídeo passa de temida à aliada do candidato, sendo uma ótima opção para se mostrar criativo frente aos demais, além de economizar tempo e dinheiro ao substituir fases exaustivas e longas presenciais”, afirmou Cammila.

A profissional comentou, então, três erros que jamais devem ser cometidos pelo candidato a uma vaga de emprego na hora de gravar o próprio vídeo.

1 — Gravar sem script

Normalmente o candidato tem apenas 30 segundos para se “vender”. Tempo suficiente para que o recrutador dê o play, tenha atenção captada e decida agendar uma entrevista presencial ou não. Portanto, é essencial que o candidato levante seus principais pontos, de maneira concisa e atrativa.

2 — Uso de fundos escuros

A imagem do candidato é o primeiro contato com o recrutador. Assim como em currículos impressos com foto, fundos escuros causam má impressão, demostram certa falta de preocupação com aparência, além de correr o risco de dificultar a visualização. O ideal é um fundo neutro, com parede branca ou cinza, além de bom enquadramento.

3 — Não identificar a cara da empresa antes da entrevista

Identificar qual é a cara da empresa que deseja a vaga ou o perfil que é mais levado em conta da profissão na hora da contratação é a dica. Na pesquisa, o candidato vai identificar qual a roupa mais adequada, vocabulário a ser usado e qual expertise que precisa ser destacada na hora da entrevista.

 

( Freepik)