454 eleitores de fora pedem voto em trânsito à Justiça

voto Prazo para pedir voto em trânsito já acabou. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

A Justiça Eleitoral de Piracicaba recebeu 454 pedidos de eleitores de outras cidades para realizar o voto em trânsito no município no primeiro turno das eleições do próximo dia 7 de outubro. A quantidade é quase três vezes superior aos 160 eleitores piracicabanos que requisitaram autorização para votar em outras localidades.

O prazo para solicitar o voto em trânsito terminou no último dia 23. Agora, aqueles que estiverem longe dos seus domicílios eleitorais terão de se dirigir, no dia 7 de outubro, a um ponto de votação da cidade em que estiverem para justificar o voto, caso contrário terão de pagar multa para se regularizar junto à Justiça Eleitoral.

Dos 454 eleitores que votarão em trânsito em Piracicaba, 88 são militares ou agentes de segurança (como policiais civis e guardas municipais). O chefe do cartório da 93ª Zona Eleitoral de Piracicaba, José Antonio Capelli, disse que a seção eleitoral para os eleitores civis que votarão em trânsito em Piracicaba ficará na escola Anglo Cidade Alta. Para os militares e agentes públicos, a flexibilidade será maior.

Ele explicou que essa será a primeira eleição na qual os militares e agentes de segurança puderam requisitar o voto em trânsito para o próprio comando das respectivas corporações, que entregou à Justiça Eleitoral uma relação com os nomes, os dados pessoais e as escolas nas quais cada um desse eleitores pretende votar.

Capelli esclareceu que mesmo os militares e agentes de segurança que estiverem em serviço poderão votar. “Como qualquer empresa, tem que liberar os funcionários [ou agentes] em determinado horário para que possam votar”, disse. O chefe do cartório disse considerar as pessoas que fizeram a opção pelo voto em trânsito como conscientes, interessadas em participar do processo eleitoral. “Elas demonstraram que não abrem mão de fazer suas escolhas”.

Os eleitores de outros estados que optarem por votar em Piracicaba poderão registrar seus votos somente para presidente da República. Já aqueles que são de outras cidades do Estado de São Paulo poderão também escolher seus candidatos a governador, senadores (serão dois nesta eleição) e deputados (federal e estadual).

Em todo o País, 87.979 eleitores fizeram requerimento junto à Justiça Eleitoral solicitando o voto em trânsito.

(Rodrigo Guadagnim)