46ª edição do Salão de Humor terá duas novas premiações

humor Fagundes,Maluf,Queiroz,Rosangela,Libardi e Erasmo: novidades para o Salão. ( Foto: Claudinho Coradini/JP)

O Salão Internacional de Humor de Piracicaba terá, entre as novidades para o próximo ano, os prêmios Euclides Libardi para escultura, no valor de R$ 5 mil, e Prefeito Adilson Benedito Maluf para cartaz, no valor de R$ 3 mil. Segundo a SemacTur (Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo), com esses dois prêmios além dos já existentes, que são distribuídos para os vencedores das categorias charge, cartum, caricatura, tiras/histórias em quadrinhos, o Grande Prêmio, o de júri Popular, Câmara Municipal de Piracicaba, Saúde Unimed e Águas do Mirante, o valor das premiações para 2019 sobe para R$ 63 mil. A 46ª edição do Salão de Humor de Piracicaba terá como presidente Luiz Antônio Fagundes. “O evento nunca teve ligação a partido político, por ser o Salão um espaço cultural. Piracicaba é uma cidade rica em cultura, o que é um valor inestimável”, destaca.

Em 2019, o Salão começará mais cedo, no dia 10 de agosto e encerrará em 27 de outubro, com uma ampliação de 15 dias para as visitações.“Fagundinho é um dos fundadores, piracicabano, e sabemos que vai mergulhar ainda mais no Salão. O Adilson Maluf, ex-preifeto, foi corajoso em implantar o Salão na ditadura militar e será o patrocinador do prêmio para o cartaz. Além do patrocínio, Euclides Libardi, entregará a obra para acervo e uma réplica”, detallha Rosângela Camolese, secretária da SemacTur.

Segundo Erasmo Spadotto, diretor do Cedhu (Centro Nacional de Documentação, Pesquisa e Divulgação do Humor), o Prêmio Euclides Libardi de Escultura foi criado para atender a demanda de obras enviadas para o Salão, antes mesmo de ter a categoria específica. Ele diz que nos últimos dois anos consecutivos o Salão recebeu, em cada edição, 30 esculturas, que concorriam ao Grande Prêmio. “Agora, as esculturas também disputam o Grande Prêmio, o que não é o caso do cartaz, que concorre somente no Prêmio Prefeito Adilson Maluf”, explica Spadotto.

Para Adolpho Queiroz, presidente da AHA (Associação dos Amigos do Salão Internacional de Humor), além do evento ser um espaço de referência para premição de autores de cartazes do Salão, como os artistas Glauco, Laerte, Ziraldo, Zélio, Angeli, Millôr Fernandes, o Prêmio Prefeito Adilson Maluf representa oportunidade também para novos talentos de artes gráficas. “A AHA entendeu que a produção do cartaz estava fechada nos artistas famosos e quis abrir o leque para mais artistas gráficos. O Adilson Maluf deu oportunidade aos moços da época e agora é nossa gratidão por ele ter acreditado em nós. E faltava um Prêmio Adilson Maluf”, homenageia.

(Eliana Teixeira)