8ª Festa de Tradições Nordestinas começa hoje na Rua do Porto

festa Segundo organizadores,30% da população da cidade é formada por nordestinos. (Foto: Amanda Vieira /JP)

Muita comida, bebida, dança e animação prometem agitar a 8ª edição da Festa de Tradições Nordestinas promovida pelo CTN (Centro de Tradições Nordestinas) de Piracicaba e Região. O evento começa hoje na Rua do Porto (próximo ao Casarão de Turismo).e segue até o domingo. A abertura acontece das 19h às 22h. Nos três dias subsequentes, as atrações serão das 12h às 23h com expectativa de público de 20 a 25 mil pessoas nos quatro dias de festa.

O objetivo do evento, segundo o fundador do CTN e coordenador da festa, Reinaldo Pousa, é aproximar os nordestinos dos piracicabanos. Levantamento extraoficial, aponta que 30% da população piracicabana é formada por nordestinos, mas o número pode aumentar se somar aos descendentes. A festa também serve para reaproximar pessoas que não se veem há anos. Pousa contou que em cada barraca é colocada a bandeira de um estado nordestino. “Quando pedimos para que as pessoas fiquem próximas à barraca com a bandeira do seu estado acontecem os reencontros”, contou.
Outra atração que não pode faltar na festa nordestina é a apresentação “Bumba-meu-boi”. Segundo a organizadora Lane Melo, foi o que deu início ao evento que chega ao oitavo ano. “Nós começamos com alguns familiares fazendo o ‘boi’ no fundo do quintal de casa, depois passamos para a frente e logo vimos que era impossível fazer em casa devido a quantidade de pessoas”, lembrou.
Em 2002, o CTN foi fundado com o intuito de reunir os nordestinos descendentes radicados em Piracicaba. Em 2011, a Festa de Tradições Nordestinas teve início na área da Estação da Paulista reunindo quatro mil pessoas. A partir de então, até o ano passado, o crescimento foi gradativo, conforme afirmou o coordenador.

RELAÇÕES PÚBLICAS — Não são apenas a culinária e a cultura nordestinas que acolhem os visitantes da festa. O acolhimento fraterno e espontâneo do povo nordestino é a porta de entrada do evento. Para isso, Cheirosinho de Belém e Catirina são encarregados de darem as boas vindas aos participantes. Os atores anfitriões Elson Ferreira Viana e Analu Amaral, respectivamente, recebem os visitantes, posam para fotos e garantem a animação dos quatro dias.

A experiência bem sucedida em Piracicaba levou a Festa Nordestina para outras regiões do estado de São Paulo. De 11 a 14 de outubro, o Guarujá sedia o evento pela primeira vez. De acordo com Pousa, um grupo de nordestinos da cidade litorânea se interessou pelo projeto que foi abraçado pela prefeitura e secretaria de Cultura da cidade.

(Beto Silva)