Acipi promove Congresso Empresarial

Jornalista Augusto Nunes é um dos palestrantes. Foto: Divulgação

 

Provocar reflexão por partes dos participantes e debater o futuro do país. Este é o objetivo do 12º Congresso Empresarial da Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba), que ocorrerá nos dias 22 e 23 de agosto, no Teatro da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), no campus Taquaral. O evento contará com palestras dos jornalistas Augusto Nunes e Cristiana Lôbo.
Assim como nas demais edições, o Congresso preza pela discussão de temas que estejam em alta na sociedade, conforme afirma o presidente da Acipi, Luiz Carlos Furtuoso. “Escolhemos nomes (para as palestras) que possam contribuir com uma visão ampla do cenário político-econômico do Brasil e, assim, seja possível fazer uma reflexão e ter subsídios para uma melhor análise sobre a conjuntura do país. As decisões tomadas nesse período terão impactos positivos ou negativos no futuro da nação”, afirma o presidente da Acipi, Luiz Carlos Furtuoso,

Augusto Nunes ministrará a palestra “Bastidores da mais importante e mais curta campanha presidencial” e Cristiana Lôbo falará sobre o tema “Brasil pós eleições: qual o rumo?”. As adesões já podem ser feitas. Há condições especiais para pacotes, grupos e associados à Acipi.
Nunes aponta que, diante da realidade da “eleição mais importante e mais curta da história recente do país”, é preciso desfazer algumas interrogações. “O que pensam de fato os principais candidatos? Como são as alianças em gestação? O que pretendem fazer no campo da economia? Como tentarão conseguir o voto dos quase 50% de brasileiros que não se sentem representados por nenhum concorrente? Essas e outras questões serão examinadas na palestra do dia 22 de agosto, no Congresso Empresarial da Acipi, em Piracicaba”, detalha.

Cristiana Lôbo, por sua vez, disse que irá abordar questões como “quais são os desafios do próximo presidente?” e “qual o rumo o país terá depois da eleição?”. “A primeira eleição presidencial depois da Operação Lava-Jato mostra que os políticos não renovaram as práticas que foram condenadas pelos eleitores, conforme as pesquisas. As negociações de alianças continuam sustentadas em benesses direcionadas a partidos e a políticos cargos e emendas parlamentares. O financiamento público das campanhas contribuiu para valorizar o papel dos presidentes de partidos que têm milhões a distribuir a seus correligionários. A disputa eleitoral coloca em xeque o que se convencionou chamar de ‘presidencialismo de coalizão’ que é a adesão de partidos ao governo vencedor. Os problemas políticos, falta de harmonia e coesão na base governista, acabaram por afetar a agenda econômica e retardar a retomada do crescimento em ritmo mais adequado para o país”, ressalta.
¤
AUGUSTO NUNES – Natural de Taquaritinga, no interior de São Paulo, Augusto Nunes foi redator-chefe da revista Veja e diretor de redação do Jornal do Brasil, do Estadão, da Zero Hora e das revistas Época e Forbes. Atualmente, mantém uma coluna no site da Veja, com cerca de dois milhões de acessos mensais, e integra a equipe do programa “Os Pingos nos Is”, campeão de audiência da Rádio Jovem Pan. Apresentou durante oito anos o programa Roda Viva, da TV Cultura, e foi um dos seis jornalistas entrevistados no livro “Eles mudaram a imprensa”, organizado pela Fundação Getúlio Vargas.
¤
CRISTIANA LÔBO – Cristiana Lôbo é jornalista e comentarista de política na Globonews. É âncora do programa “Fatos e Versões”, sobre os bastidores de Brasília na política, economia e no Judiciário. Diariamente, faz comentários sobre os assuntos do dia nos jornais do canal Globonews. Desde que começou a trabalhar, em 1979, no Jornal O Globo, Cristiana acompanhou todas as eleições, os processos de impeachment de Fernando Collor e, recentemente, de Dilma Rousseff. E, ainda, toda a implementação do Plano Real nos governos Itamar e Fernando Henrique Cardoso, e os escândalos que movimentaram o Brasil nos últimos anos. Está na Globonews desde 1997 e, atualmente, tem um blog no portal G1 e conta no Twitter.

Texto: da Redação