Açougueiro é preso após esfaquear colega de trabalho

facada Suspeito foi abordado pelo Grupamento Ciclístico. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

Um açougueiro de 34 anos foi preso após ser acusado de esfaquear o próprio colega em um açougue no Centro da cidade, ontem de manhã. A vítima, de 38 anos, foi atingida com pelo menos cinco facadas e socorrida pelo Samu e levada para Santa Casa de Piracicaba, onde permanecia na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) até o fechamento desta edição. De acordo com a hospital, o paciente deu entrada na unidade com ferimentos nas regiões das pernas, braços, mãos e barriga. O agressor correu, mas foi abordado pelo Grupamento Ciclístico, próximo ao Terminal Rodoviário. A faca de aproximadamente 30 centímetros foi apreendida pela Guarda Civil.

O delegado Rinaldo Puia, do 1º Distrito Policial, disse que o agressor teria agido por ciúmes. “O autor alegou que a vítima teria feito comentários sobre a esposa dele, mas essa versão não foi confirmada pelos colegas”, comentou o delegado.

Segundo ele, ambos estavam trabalhando, quando o agressor teria se aproximado e esfaqueado a vítima seguidas vezes. O acusado foi autuado em flagrante sob acusação de tentativa de homicídio por motivo fútil. Após prestar depoimento, ele foi conduzido à carceragem e aguardará pela audiência de custódia.

“Foi tudo muito rápido. Não teve discussão. Ele veio para cima do nosso colega com a faca nas mãos. Ninguém teve tempo de fazer nada”, comentou uma atendente, que pediu para ter a identidade preservada. Outra funcionária comentou que nunca percebeu nada estranho sobre o supostos comentários da vítima. “Ele é um cara muito tranquilo e trabalha no açougue há pelo menos 9 anos”, comentou.

O guarda civil Feresin, do Grupamento Ciclístico, disse que estava próximo ao ponto de parada do TCI (Terminal Central de Integração) quando foram avisados por algumas pessoas sobre um açougueiro que fugiu após esfaquear o colega. “Ele foi abordado na Rua São José e a faca apreendida”, disse o GC.

(Cristiani Azanha)