Agência Brasil ganha prêmio da Fundação das Nações Unidas

Agência Brasil ganha prêmio da Fundação das Nações Unidas
Fonte: Agência Brasil

Reportagem da Agência Brasil, escrita pela jornalista Débora Brito, foi uma das três vencedoras no programa sobre mudanças climáticas organizado pelo International Center for Journalists (ICFJ) e pela Fundação das Nações Unidas (UN Foundation). O objetivo do programa foi capacitar jornalistas de vários países para cobrir o tema e promover a produção de matérias sobre os diferentes impactos do aumento da temperatura global sobre a sociedade.

A matéria “Indígenas afetados por mudança climática querem políticas de prevenção”, que foi editada por Davi Oliveira, destacou a reivindicação de grupos indígenas brasileiros que têm sentido os efeitos das mudanças do clima em diferentes regiões do país. A reportagem fez parte de uma série de três textos publicados em 30 de setembro

A jornalista Débora Brito, da Agência Brasil, foi uma das ganhadoras do prêmio da Fundação das Nações Unidas

A jornalista Débora Brito, da Agência Brasil, foi uma das ganhadoras do prêmio destinado a reportagens sobre mudanças climáticas organizado pelo International Center for Journalists (ICFJ) e pela Fundação das Nações Unidas (UN Foundation) – Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Além da repórter da Agência Brasil, outros dois jornalistas também foram vencedores do prêmio: Yolandi Groenewald (África do Sul) e Karl Mathiesen (Austrália). Cada vencedor receberá US$ 1.000 em premiação.

Com apoio da Fundação das Nações Unidas (UN Foundation), jornalistas de 12 países participaram do programa do ICFJ: África do Sul, Alemanha, Austrália, Brasil, China, Estados Unidos, Filipinas, Gana, Índia, Japão, México e Polônia.

O programa incluiu a participação dos profissionais no Global Climate Action Summit, realizado de 12 a 14 de setembro, em São Francisco, Estados Unidos. O evento foi promovido pelo estado da Califórnia em oposição à política do presidente norte-americano, Donald Trump, de deixar o Acordo de Paris.

A conferência teve o objetivo de impulsionar empresários, lideranças comunitárias e, principalmente, prefeitos e governadores, a adotarem medidas que contribuam para o alcance das metas internacionais de mitigação dos efeitos das mudanças climáticas.

Leia a reportagem premiada

 

Agência Brasil ganha prêmio da Fundação das Nações Unidas