Agentes participam de preparação para chuva

capacitação Evento ofereceu treinamentos para capacitação e especialização. ( Foto: Claudinho Coradini/JP )

Com o objetivo de reduzir danos materiais e, principalmente preservar vidas, a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil realizou ontem, a Oficina Preparatória para Operação Chuvas de Verão 2018/2019, na Câmara de Vereadores. O evento foi realizado pela primeira vez em Piracicaba, com treinamentos para capacitação e especialização dos agentes municipais que operam os PPDC (Planos Preventivos de Defesa Civil).

Segundo o capitão da PM (Polícia Militar) e subsecretário estadual de Proteção e Defesa Civil, Mauricio Zacarias, em 2016/2017 foram registrados em todo o Estado 90 eventos de desastres, raios, desabamentos, enchentes e em 2017/2018 foram 30. “Essa queda se deve à prevenção, aos treinamentos, previsões e alertas que fazemos em todo o Estado. Hoje, disponibilizamos por SMS, pelo número 40199, para toda a população do Estado que nos informa o CEP local e recebe alertas e recomendações”, enfatiza o capitão Zacarias.

A Operação Chuvas de Verão da Defesa Civil ocorre todos os anos, no período de 1º de dezembro a 31 de março. Neste ano, serão oito treinamentos envolvendo as regiões de Registro, Campinas, Santos, São José dos Campos e Litoral Norte, Metropolina, Sorocaba e Itapeva de São Paulo. O Estado de São Paulo, destaca o subsecretário, é dividido em sete regiões de atuação e Campinas é a 5ª região com 90 municípios, a qual pertence Piracicaba. O evento que contou com mais de 100 pessoas, de 35 cidades representadas, e teve em sua temática o conhecimento sobre práticas operacionais preventivas para minimizar os efeitos de eventos como deslizamento de terra, alagamentos e inundações. Essa foi a primeira Oficina Preparatória para Chuvas de Verão realizada em Piracicaba.

Entre as ações preventivas, ressalta Odair Luiz de Melo destaca, diretor da Defesa Civil de Piracicaba a limpeza de bueiros e córregos, com a retirada de entulhos e lixo nesses locais, a distribuição de folhetos informativos à população sobre áreas de alagamentos e inundações. “Alagamentos ocorrem nas avenidas Armando de Salles Oliveira, 31 de Março, 1º de Agosto, quando chove acima de 30 milímetros em 20, 25 minutos. Inundações não registramos desde o início de 2017, quando rio Piracicaba atingiu 5 metros e 13 centímetros de altura da coluna de água”, informa.

(Eliana Teixeira)