• Além de ruas, motoristas agora reclamam de buracos em avenidas
  • Além de ruas, motoristas agora reclamam de buracos em avenidas
  • Além de ruas, motoristas agora reclamam de buracos em avenidas
  • Além de ruas, motoristas agora reclamam de buracos em avenidas

Além de ruas, motoristas agora reclamam de buracos em avenidas

A existência de buracos e danos no asfalto não é uma exclusividade apenas das ruas de Piracicaba. Algumas das principais avenidas da cidade – e até trechos de rodovias que cortam a área urbana – já exigem um cuidado maior por parte dos motoristas.

Nesta semana, na avenida Comendador Luciano Guidotti um buraco em frente ao prédio da Coplacana (Cooperativa dos Plantadores de Cana) de Piracicaba, chamou a atenção dos motoristas. Com relação a esse problema, a assessoria de imprensa da Semob (Secretaria Municipal de Obras) informou que o reparo foi realizado ontem, incluindo outros pontos da avenida que apresentavam danos na camada asfáltica.

Segundo a assessoria de imprensa, a rua José Vicente Pedreira, no Caxambu, que na semana passada foi alvo de críticas de moradores e motoristas, também recebeu reparos nesta quarta-feira.

Outro ponto de queixas de motoristas é a rotatória entre a estrada do Bongue e a avenida dos Dourados. “A gente contorna a rotatória e é surpreendido com um buraco desses, isso pode causar um acidente grave”, contou o administrador Luís Fernando Ambrósio.

Neste caso, a Semob informou que foi feito um reparo em um poço de visita na semana passada no local. Segundo a pasta, nesta quinta-feira um técnico será encaminhado para avaliar a situação.

Na estrada Francisco Luiz Rasera (atrás da Coplacana), no bairro Areia Branca, outro buraco chama a atenção pelo tamanho. Nesse local, segundo a Semob, o reparo será programado para os próximos dias. Em um trecho da rodovia SP-304, (Geraldo de Barros), um buraco no acostamento preocupa os motoristas. “Quando chove fica pior ainda , pois o buraco fica camuflado, dia desses um caminhão bateu a roda dianteira e o motorista jogou para a esquerda, poderia ter provocado uma batida fácil”, afirmou o aposentado Márcio de Souza, que mora no Algodoal.

Por se tratar de um trecho da rodovia, a Secretaria de Obras informou que a responsabilidade pela manutenção cabe ao DER (Departamento de Estradas de Rodagem). A Prefeitura informou que está finalizando a licitação para a compra de massa asfáltica que será utilizada na operação tapa-buraco.

Beto Silva

(Fotos: Amanda Vieira/JP)