Alimentos contra o câncer

No mês da prevenção do câncer mama, alimentos podem auxiliar nesta luta. (Foto: FreePick)

No mês da conscientização sobre o câncer de mama, outubro rosa, o teste do toque tem sido relembrado para mulheres e homens, afi nal homens também têm chance de ter este tipo de câncer, com porcentagens bem menores – apenas 1% dos casos são em homens, segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer).

Ainda na pesquisa do Inca, neste ano a estimativa é de 59.700 mulheres terem câncer de mama. O mais curioso é que a maioria dos casos não é em mulheres de descenderam os genes cancerígenos, entorno de 10% dos casos, os outros 90% são devido a fatores externos como consumo de álcool, tabagismo, exposição a radiação e a obesidade.

Preocupada os dados apresentados, a nutricionista Marinna Reis dá dicas de alimentos que auxiliam na prevenção do câncer de mama.

Vale ressaltar antes de apresentar os alimentos que, nenhum deles traz a cura da doença. A boa alimentação é uma forma a mais de apoiar tratamentos e prevenções.

Alimentos industrializados já são reconhecidos por causar diversos problemas na saúde, entre eles: hipertensão, diabetes, colestrol alto, entre outros. “Os fatores alimentícios representam cerca de 30% das causas de câncer, sendo somente superado pelo tabaco, como fator de risco prevenível”, informa a nutricionista. “Hábitos alimentares onde há o consumo exagerado e frequente de gorduras saturadas e trans, carnes gordurosas, alimentos embutidos e/ou defumados e alimentos ultraprocessados, oferecem um grande risco”, explica Marinna.

Ela também recomenda trocar o leite integral pelo desnatado e diminuir o consumo de álcool. A prática de exercícios também é importante para reduzir a camada de tecido adiposo, principalmente da região abdominal onde possuí a maior quantidade de gordura influenciadora do câncer, além evitar outros problemas de saúde.

Dentre as recomendações a nutricionista cita o consumo continuo de chás, ervas, açafrão e inhame para melhorar a imunidade, tentando buscar a alimentação mais natural possível, pois o consumo de agrotóxicos é um dos fatores que aumentar a probabilidade do câncer.

“Alguns alimentos, merecem destaque na prevenção sendo eles os alimentos fonte de ômega 3 e linoléico conjugado, vitaminas A, C, E, assim como folato e selênio, e alguns fi toquímicos. Especiarias como pimenta e gengibre também têm sua importância, ensina Marinna.

Larissa Anunciato
[email protected]