Alunos da Unimep podem ficar sem ProUni

Os alunos bolsistas do ProUni (Programa Universidade para Todos) na Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba) podem perder o benefício para primeiro semestre de 2018. A informação é do presidente do Centro Acadêmico de Direito da Unimep, Bruno Simão, alegando que a atualização do cadastro dos estudantes já era para estar pronta, “o que ainda não aconteceu” e isso pode levar suspensão automática do ProUni.
 
Simão, que também é estudante da universidade, destaca que o problema começou quando a Rede Metodista, mantenedora da Unimep, trocou a reitoria após dificuldades na implantação do novo sistema interno. “São mais de 2.000 alunos nesta situação aqui na Unimep. A situação começou a ficar ainda pior com a demissão dos funcionários responsáveis pelo Prouni na universidade e quando a central de atendimento do ProUni da Unimep foi transferida para São Paulo, o que não é permitido pelo governo federal”, disse.
 
O estudante reforçou que é costume da universidade fazer esta atualização cadastral no programa federal antecipadamente para que não haja problemas aos alunos bolsistas. “Todos os anos as assinaturas e o recebimento do termo de adesão ao programa acontecem até final de outubro, mas passou batido. Se perder a bolsa, vou ter que trancar matrícula e, somente no próximo semestre poderei voltar, se conseguir adesão à bolsa. Esse semestre perdido vai me prejudicar pois quando for refazê-lo mais para frente, o ProUni não vai aceitar minha adesão por eu já ter avançado nos semestres”, reclama. 
 
O presidente do Centro Acadêmico de Direito, junto a outros colegas bolsistas, apresentou questionamentos à reitoria da Unimep, que ainda não se manifestou de forma oficial sobre o tema. “Segundo o MEC, é necessário ter um centro de apoio ao Prouni no campus, onde o programa é oferecido e, após demissões que aconteceram, o centro de apoio foi para a Rede Metodista. Já questionamos isso e não obtivemos resposta da reitoria. Estamos nos organizando, com apoio dos professores, para definir o que vamos fazer para resolver o problema, já que boa parte dos alunos poderá perder o semestre por causa das bolsas”.
 
OUTRO LADO – Conforme informou o reitor interino da Unimep, Fábio Josgrilberg, a universidade sabe do problema e já está se movimentando para resolver o impasse. “Sabemos da situação e já estamos com processo junto ao MEC para resolvê-lo. Participar do programa federal de bolsas é de interesse da Unimep, principalmente pelo seu cunho social. Os alunos devem receber em breve um comunicado com as informações necessárias para regularização. Os alunos não correm risco de perderem a bolsa no ProUni”.