Aneel aprova reajuste médio de 12,64% nas tarifas de luz da Cepisa

Aneel aprova reajuste médio de 12,64% nas tarifas de luz da Cepisa
Fonte: Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (27) um reajuste médio de 12,64% para as tarifas de energia da Companhia de Energia do Piauí (Cepisa). Esta é a primeira revisão tarifária da empresa após ter sido vendida. A Cepisa foi a primeira distribuidora da Eletrobras a ser vendida, em julho, para o grupo Equatorial Energia. O reajuste entrará em vigor no dia 2 de dezembro.

Pelo aumento aprovado hoje, o reajuste médio será de 12,40% para os consumidores residenciais e comerciais, atendidos em baixa tensão. Já para os consumidores industriais, atendidos em alta tensão, o reajuste médio será de 13,61%.

De acordo com a Aneel, o reajuste foi calculado com os resultados do deságio do leilão, o que resultou em redução do índice tarifário em 8 pontos percentuais. Deste modo o efeito médio inicial de 20,64% caiu para 12,64%.

“O deságio do leilão incidiu no percentual de perdas regulatórias não técnicas e nos custos operacionais referentes ao reajuste tarifário de 2017, contribuindo para a redução do índice final”, disse a Aneel.

A Cepisa atende 1,26 milhão de unidades consumidoras localizadas no estado do Piauí. De acordo com a agência reguladora, a tarifa da Cepisa foi flexibilizada há cerca de dois anos em 8,52% para corrigir problemas de custos na concessão. Ao vencer o leilão de venda da empresa, a Equatorial abriu mão desse “reajuste”. Pelas regras do leilão, seria declarada vencedora a empresa que ofertasse o maior desconto da tarifa de energia em cima desse reajuste extraordinário de 8,52%.

Aneel aprova reajuste médio de 12,64% nas tarifas de luz da Cepisa