Aneel propõe redução em tarifas de Angra 1 e 2

Aneel propõe redução em tarifas de Angra 1 e 2
Fonte: Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs hoje (23) a redução de 4,35% para as tarifas de energia das usinas nucleares de Angra 1 e 2. A proposta prevê que os valores passem de R$ 240,80 por megaWatt-hora (MWh) para R$ 230,33 MWh. 

O valor considera que a receita fixa das usinas ficará em R$ 3,172 bilhões, em 2019, contra os R$ 3,316 bilhões anteriormente previstos. A proposta da Aneel ainda passará por audiência pública e será novamente votada pelos diretores da agência reguladora. A nova tarifa de Angra 1 e 2 será aplicada a partir de 1º de janeiro de 2019.

Segundo a Aneel, os fatores que mais contribuíram para essa redução foram a queda de 1,11% na Quota de Reintegração Regulatória, resultante da alteração da taxa de depreciação média de 3,31% para 3,05%; e a redução em 4,26% da Remuneração de Capital, em consequência da depreciação da Base de Remuneração Líquida.

Angra 3 

Mais cedo, o Diário Oficial da União publicou a resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) estabelecendo como preço de referência para a usina nuclear de Angra 3 R$ 480/MWh a valores de julho de 2018.

A medida, de acordo com o CNPE, visa estabelecer melhores condições para a viabilização do empreendimento. O CNPE também determinou ao Ministério de Minas e Energia que proponha ao Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos o apoio para a viabilização da usina e a avaliação sobre a chance de qualificação do empreendimento no Programa de Parceria de Investimentos.

 

Aneel propõe redução em tarifas de Angra 1 e 2