Animais precisam de cuidados dentários

Cães e gatos, assim como os humanos, precisam escovar os dentes com frequência; a falta de higiene pode causar sérios problemas de saúde nos animais. (Foto: Freepik)

Saúde é um cuidado diário. Seja por meio da alimentação, dos hábitos de exercício e interações sociais. Cada parte do corpo deve ser cuidada e isso vale para homens, mulheres e seus animais de estimação.

Apesar de cachorros e gatos não escovarem os dentes diariamente, a saúde bucal do animal é importante. De acordo com a AVDS (American Veterinary Dental Society) 80% dos cães com 3 anos de idade possuem alguma doença oral e eles passam por fases como as dos humanos, tendo dentes de leite e os perdendo na velhice.

Segundo a veterinária da Vetpet Patinhas, Amanda Ferreira Cardoso de Souza, filhotes de cachorros têm dentes de leite até seu terceiro mês após o nascimento. Normalmente, a partir do quarto mês de vida, esses ‘dentinhos’ caem de forma rápida e tão natural que muitas vezes seus tutores nem percebem. “Geralmente esses dentinhos são perdidos nas brincadeiras, onde podemos encontrar na residência do pet ou são engolidos sem apresentar problema algum no seu aparelho digestivo”, informa a veterinária.

O interessante é quem em sua primeira etapa etária de dentes o fi lhote tem 28 de leite, mas com a troca para os permanentes, nascem outros 14 dentes, dando um total de 42, na boca de um cachorro adulto.

Cuidar da boca do animal não evita somente o famoso ‘bafo de cão’, mas também pode prolongar a vida do seu companheiro evitando infecções na gengiva e apodrecimento nos dentes, que levam à queda. Esse alerta também vale para os felinos. As doenças mais presentes pela falta de cuidados são gengivite, cujo sintomas são sangramentos e vermelhidão da gengiva, desconforto e dor, além de dificuldade em mastigar.

Outra doença causada pela falta de higiene é a Periodontite, mais séria ela ataca os tecidos e ossos por meio de infecções e pode acabar com a perda permanente dos dentes. Mas como escovar os dentes? Bom, cães e gatos não podem ter seus dentes escovados com os mesmos produtos utilizados por humanos, pois o flúor que contém neles, caso ingerido, pode causar problemas gastrointestinais. O recomendado é utilizar pastas feitas para animais e que podem ser ingeridas sem problemas pelo bicho. Já a escova de dentes tem que ser bem macia e ou aquela de dedal de borracha, pois a gengiva de gatos e cães são mais delicadas.

“A dentição dos animais deve ser cuidada desde filhotes até a fase idosa, pois a dentição vai se desgastando e a perda de dentes pode ocorrer com facilidade, principalmente em animais idosos que não mantém a saúde oral”, informa a veterinária Amanda. Para acostumar o seu companheiro de quatro patas a manter a boca sempre limpa, a dica da veterinária é treiná-lo apresentando, primeiramente, a pasta de dente. Deixe cheirar e lamber, depois que ele acostumar com a pasta coloque no dedo e o deixe em uma posição confortável para ele e, por fi m, massageie (com o próprio dedo) nos dentes da frente do animal. A p ó s s e acostumar com essa rotina apresente a escova e faça o processo. É recomendável que os dentes sejam escovados com frequência, pois cães e gatos são acostumados com rotinas e quando perceberem que isso faz parte, a higienização se tornará mais fácil

Larissa Anunciato
[email protected]