Aninha Barros lança música em show no RJ

Completando 21 anos de carreira, a cantora Aninha Barros, que nasceu em Cândido Mota (SP), mas mora em Piracicaba desde os seis meses de nascimento, lançou no último dia 15, na roda de Samba do Trabalhador, no Clube Renascença, no Rio de Janeiro, sua mais recente música de trabalho, intitulada Neguinha — a primeira do segundo CD da artista. A canção de samba de roda foi composta por Moacyr Luz, autor de mais de 100 músicas já gravadas por diversos intérpretes da MPB, como Zeca Pagodinho, Maria Bethânia e Gilberto Gil. A letra e o videoclipe da obra foram criados com o propósito de evidenciar o empoderamento da mulher na música popular brasileira.
 
 
Segundo Aninha, o primeiro contato dela com Luz aconteceu em um evento em Rio Claro, no ano passado. “Conversamos, comentei com ele sobre a gravação do meu segundo CD e criamos uma amizade. Ele propôs a ideia de fazer uma música especialmente para mim, inédita. Foi um presente”, contou. A convite do compositor, então, Aninha, acompanhada de 35 pessoas, entre integrantes da equipe de trabalho e fãs, viajou para a cidade carioca.
 
 
A roda de Samba do Trabalhador ocorre há cerca de 13 anos no Clube Renascença e esta foi a primeira vez de Aninha na Cidade Maravilhosa. Na ocasião, a cantora aproveitou para visitar o Trapiche Gamboa, reduto de sambistas, acompanhada por Paulão Sete Cordas.
 
 
Para o videoclipe de Neguinha foram captadas cenas no Rio de Janeiro e em Piracicaba, para representar a interligação do samba carioca com o do interior. “O Moacyr pesquisou sobre minha vida musical, viu que eu sou da noite, trabalho há muito tempo com isso e sou apaixonada pela música. A composição dele tem a minha cara”, afirmou Aninha, explicando que a canção mescla temas como as águas do rio Piracicaba, a batucada, a negritude, as vivências musicais, o crescimento e empoderamento na carreira e a questão de assumir o estilo. Estes assuntos aparecem em trechos como “não uso nada, nem arame, para deixar o cabelo penteado” e “água de rio, a correnteza, faz caminho, lembra despedida; na correnteza, fiz caminho para a cabeça refazer a vida”.
 
 
Diferente do primeiro CD (Requinte), gravado em 2014 com músicas contemporâneas, Neguinha terá 12 faixas de samba de roda. Além de Luz, assina composições no álbum Delcio Carvalho, parceiro de longa data de Dona Ivone Lara. “Esse CD vai ter muita música boa. O samba de roda cativa, chama, tem ainda mais energia”, falou Aninha. Ela acrescentou que a coletânea está em processo de gravação, mas deve ser lançada ainda neste ano.
 
 
DOCUMENTÁRIO — No mesmo dia do lançamento da música Neguinha, a cantora Aninha Barros participou da gravação de um documentário, produzido pela Kinofilmes para a Rede Globo, sobre a imagem feminina na música brasileira. A previsão de lançamento do curta é outubro.
 
 
CARNAVAL — Aninha Barros tem agendados diversos shows na cidade e região durante o Carnaval. Acompanhada dos sete integrantes do grupo Samba d’Aninha, que fundou em 2011, ela se apresenta sexta-feira (9/02) em Santa Bárbara D’Oeste; no sábado, em Capivari; domingo, em Piracicaba, no Engenho Central, a partir das 19h; na segunda-feira, em Sumaré e Águas de São Pedro, e na terça-feira, no Clube Caterpillar de Piracicaba.