ANP abrirá processo para apurar incêndio na Refinaria de Manguinhos

ANP abrirá processo para apurar incêndio na Refinaria de Manguinhos
Fonte: Agência Brasil

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) vai abrir processo administrativo para apurar as causas do incêndio na Refinaria de Manguinhos (Refit), que, segundo o Corpo de Bombeiros começou hoje (17), às 13h40. Uma equipe do órgão regulador foi enviada ao local.

 Incêndio atinge Refinaria de Manguinhos, na zona norte do Rio.

Não houve vítimas no incêndio que atingiu parte da Refinaria de Manguinhos, no Rio  – Tomaz Silva/Agência Brasil

De acordo com a ANP, o incêndio não provocará impactos no abastecimento de combustíveis.

O Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes e de Lojas de Conveniência do Município do Rio de Janeiro (Sindcomb) também disse que não tem informações sobre a possibilidade de desabastecimento de gasolina e de diesel no município do Rio porque não tem acesso ao número de distribuidoras que adquirem produtos da Refit.

Segundo o Sindcomb, grande parte dos postos revendedores de combustíveis associados mantêm contrato comercial com distribuidoras de médio e grande portes, entre as quais a BR, a Shell e a Ipiranga. Como as bases de distribuição dessas empresas ficam perto da Refinaria Duque de Caxias (Reduc), em Campos Elíseos, elas não sofreram impacto do incêndio.

Para combater o incêndio, o Corpo de Bombeiros acionou militares de 10 quartéis, entre os quais, os do Caju, de Benfica e Duque de Caxias e do Alto da Boa Vista.

Não houve vítimas, embora uma pessoa tenha sido atendida pelos militares por inalação de fumaça.

ANP abrirá processo para apurar incêndio na Refinaria de Manguinhos