Antonio Carlos Neder, ex-diretor da FOP, morre aos 85 anos

Em 2014, Neder foi homenageado pelo Legislativo. (foto: Davi Negri)

Faleceu na noite de terça-feira (25), Antonio Carlos Neder, aos 85 anos, deixando os filhos Silvia e Alexandre e a esposa Jamile Sarkis Neder. Seu corpo foi velado na Câmara de Vereadores de Piracicaba e seu sepultamento ocorreu no final da tarde de ontem, no Cemitério da Saudade.

Professor Neder, como era conhecido, foi ex-diretor da FOP (Faculdade de Odontologia de Piracicaba) – de 1978 a 1982 -, farmacologista, professor universitário e pesquisador. Também foi reitor e vice-reitor da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), além de diretor-executivo da Funcamp e coordenador geral das Faculdades da Unicamp.

Neder também teve destaque na área esportiva, sendo secretário de Esportes de Piracicaba e introdutor do tênis de mesa na cidade; participação direta nas alterações da Lei Anti-doping do futebol brasileiro, na gestão de Giulite Coutinho à frente da antiga CBD, hoje CBF.

Homem íntegro, leal e realizador. Protagonista de importantes avanços na pesquisa científica, na saúde, na educação e na vida de muita gente. Estou emocionado, mas agradecido por ter o privilégio de ser seu filho. E ter aprendido com ele desde criança a importância de acreditar que todos os seres vivos podem transformar o mundo em algo melhor. Acreditar sempre e lutar pelo que é justo. Com coragem e muito amor no coração”, disse o filho e jornalista Alexandre Neder em sua págna do Facebook.

Da Redação