Antonio Fagundes encena comédia Baixa Terapia

terapia Na peça,três casais realizam sessão de terapia sem presença de psicóloga.( Foto: Divulgação)

O ator Antonio Fagundes integra o elenco do espetáculo teatral Baixa Terapia — Uma Comédia no Divã, a ser apresento hoje, às 19h, e amanhã, às 18h, no Teatro Municipal Dr. Losso Netto. Na peça, três casais, um após o outro, chegam para uma sessão de terapia e descobrem que a psicóloga não compareceu ao local, portanto, terão de conduzir a conversa em grupo. Ela, a psicóloga, deixou a sala preparada com café, água e bastante whisky, além de uma mesa com envelopes numerados, repleto de instruções de como devem conduzir essa sessão especial. O objetivo é que todas as questões sejam resolvidas em grupo. As apresentações têm apoio cultural do Jornal de Piracicaba e da Revista Arraso. Com o cartão do Clube JP, o ingresso pode ser adquirido com 25% de desconto.

Já assistido por mais de 150 mil espectadores, o espetáculo Baixa Terapia foi produzido por Fagundes após ele ter visto a peça pela primeira vez em Buenos Aires. “Morremos de rir com o final surpreendente. Logo depois, consegui localizar o autor e comprar os direitos autorais. Montamos o espetáculo no Brasil em forma de parceria, sem patrocinadores, dependemos única e exclusivamente da bilheteria e da presença do público que tem nos ajudado muito”, falou o Fagundes em entrevista ao JP.

Os três casais que encenam a peça são formados por Ariel (Antonio Fagundes) e Paula (Mara Carvalho), Estevão (Bruno Fagundes, filho de Antonio Fagundes) e Tamara (Alexandra Martins) e Roberto (Fábio Espósito) e Andrea (Ilana Kaplan). São pessoas com diferentes problemas e conflitos. A sessão corre regada a whisky e vai se aprofundando nos problemas de todos eles. A partir daí vem à tona queixas, confissões, suspeitas e revelações da maneira mais escrachada para eles e divertida para o público.

Durante a peça, o ambiente vai esquentando até tornar-se quase caótico. Nem todos estão dispostos a se abrir para falar dos assuntos que os afligem e aos seus parceiros. No final, a sessão de terapia se converte em uma armadilha hilariante. “Baixa Terapia é uma louca comédia com diálogos ácidos, às vezes, contraditórios, que fluem em um ritmo vertiginoso e mantém o público ligado desde o primeiro minuto. Podemos afirmar que ninguém escapa, todo mundo vai rir bastante”, disse Antonio Fagundes. E acrescentou. “Sempre levo meus espetáculos a Piracicaba. A cidade tem um teatro maravilhoso que, por muito tempo, ficou fechado. Agora, estamos voltando, justamente na semana de reinauguração. O público piracicabano, que é sempre carinhoso, merece”, declarou.
SERVIÇO — Baixa Terapia. Hoje, às 19h, e amanhã, às 18h, no Teatro Municipal Dr. Losso Netto (avenida Independência, 277). Informações: (19) 3433-4952.

(Raquel Soares)