Apodere-se encerra Outubro Rosa do Ilumina

beleza Mulheres tiveram dia de beleza oferecido pelo Ilumina. ( Foto: Claudinho Coradini/JP)

A Associação Ilumina encerrou ontem a campanha Outubro Rosa com encontro das pacientes atendidas pelo projeto Apodere-se, criado para elevar a autoestima das mulheres em tratamento oncológico. Realizado desde 2008, o evento deste ano foi classificado por Adriana Brasil, fundadora e coordenadora de projetos da entidade, como “o outubro mais rosa dos últimos 10 anos anos”, em virtude dos avanços obtidos no período. O principal deles foi a conquista da Unidade Móvel de Diagnóstico, a Carreta Ilumina, por meio da qual a entidade espera zerar a lista de espera por mamografias da rede pública de saúde de Piracicaba, ao realizar 1.500 exames até o final do ano, e tem como objetivo examinar todas as mulheres com mais de 40 anos de Piracicaba até o final de 2019.

Cláudia Monte Belo, coordenadora do Apodere-se, explicou que o projeto trabalha a positividades das pacientes com doações de perucas feitas com cabelos naturais, ensino de técnicas de amarrações de lenços, debate sobre a beleza feminina e conversas sobre cura. “O projeto oferece atendimento estético mensalmente a todas as pacientes, hoje (ontem) com ações especiais”.
Segundo Cláudia, teve palestras com a psicóloga oncológica Maria Gabriela Mota (falou sobre afetividade durante o tratamento); com a advogada Natália Magnani (sobre os direitos das mulheres que enfrentam o câncer); com o master coach Rubimar Spironello (autoestima, felicidade, alegria, etc); com o educador físico Edimur Pereira de Oliveira, especialista em zumba gold (atividade física durante tratamento). Também participram do Valéria Aleoni, Adriana Xavier Cosseur e Adriana Balarini, e outros parceiros.

A promotora de eventos Regina Bueno de Camargo, 44, que passou por mastectomia em dezembro de 2017, conta que começou a perder os cabelos em janeiro, como efeito colateral da quimioterapia. Pouco tempo depois, perdeu as sobrancelhas e os cílios. O projeto ajudou ela a superar a fase difícil. “O Apodere-se fez com que me sentisse bonita da forma como sou”, conta ela, que optou pelo lenço ao invés da peruca e pretende manter o estilo. “Passei a achar tão charmoso que quero levar para o resto da vida”, afirmou. Regina elogiou também o suporte oferecido pelo Ilumina com “fisioterapia, nutricionista, psicólogo, ortopedista e cardiologista”.

(Rodrigo Guadagnim)