Após demissões, Unimep readmite 15 docentes

Quinze professores foram reintegrados judicialmente à Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba). A ação aconteceu após determinação da Justiça do Trabalho cobrando a efetiva devolução dos docentes demitidos no ano passado aos seus respectivos cargos. Segundo o Sinpro Campinas (Sindicato dos Professores), a decisão era para atender 21 professores, porém alguns já pediram a desistência da reintegração. Os que não foram reintegrados ainda podem fazê-lo.
 
Segundo Lorival Fante Junior, diretor do Sinpro, a ordem da Justiça foi para cumprimento imediato. “Na unidade de Santa Bárbara d’Oeste os professores devem atribuir aula amanhã, cronograma que também deve acontecer em Piracicaba. Devido a algumas questões administrativas e jurídicas, acreditamos que na segunda-feira (26), os docentes já estejam de volta às suas funções”, disse.
 
Além de sindicalista, Lorival foi um dos professores reintegrados. “Até hoje, não sabemos quem foi demitido. Oficialmente, a Unimep não entregou a lista ao sindicato nem para a Justiça do Trabalho. A entregue estava confusa, com nomes de professores, funcionários e de contratados emergenciais. Apesar disso, acredito que hoje a vitória institucional foi maior. A Unimep não pode ficar com uma marca negativa dessas em sua história” completou.
 
Ele disse que a instituição ainda não pagou as verbas rescisórias, nem os salários, desde dezembro.
 
Procurada, a Unimep não se manifestou sobre o assunto.