Após manchete do JP, Barjas nega crise no Semae

Prefeito ainda não se manifestou sobre o assunto (Foto: Claudinho Coradini/JP) Prefeito descartou possibilidade de privatização do Semae (Foto: Claudinho Coradini/JP)

O prefeito de Piracicaba, Barjas Negri (PSDB) respondeu na terça-feira (feriado de Carnaval) as questões enviadas a ele, via assessoria de imprensa da prefeitura, na sexta-feira (1º). Em suas respostas, encaminhadas à redação após a publicação da matéria no feriado, o tucano atribuiu as contas de água com valores abusivos a ‘sensacionalismo’ e descartou a existência de crise e a privatização do Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto).

Com relação à falta de água, ocorrida diversas vezes em dezembro e janeiro, conforme reclamações da população, Barjas disse que o Semae já esclareceu a ocorrência de fatos importantes que interromperam abastecimento pontual entre eles a queda de energia na ETA (Estação de Tratamento de Água) Capim Fino e rompimento isolado de algumas adutoras. “Tudo isso provocou falta de água em vários bairros da cidade, situação que está sendo normalizada, já informado pelo Semae”, afirmou.

Em relação às contas discrepantes, o prefeito informou que o Semae tem dado todos os esclarecimentos, visitado os imóveis e montou uma ‘força-tarefa’ encarregada de analisar todos os casos para dar uma solução. “Assim, todos os questionamentos podem ser enviados ao Semae para análise e resposta”, acrescentou.

Quanto a insatisfação dos servidores com o presidente do Semae, José Rubens Françoso, Barjas disse que se trata de um servidor e candidato a vereador nas últimas eleições e que o presidente do Semae está preparando todas as respostas. “O Semae tem muitos bons servidores, que contribuem para Piracicaba ser considerada o 1º município em saneamento básico do Brasil, e os que têm algum descontentamento devem procurar as chefias imediatas ou o próprio presidente do Semae para evidenciá-las”, afirmou.

O prefeito disse que o Semae e a prefeitura têm discutido ações para melhorar os serviços com as equipes da engenharia e a CPFL Paulista para aprimoramento dos serviços..

Barjas admitiu a existência de falhas pontuais e acrescentou que serão corrigidas constantemente. “O Semae está executando seu Plano Diretor de Abastecimento de Água para que os problemas não ocorram ou sejam minimizados”, informou.

PRIVATIZAÇÃO

O prefeito classificou como ‘sensacionalista e politizada’ a divulgação das falhas do Semae. “É uma forma de levantar debates a respeito da privatização do Semae”. “Esse não é o caso do Semae e não faz parte do nosso Plano de Governo sua privatização”, afirmou.

(Beto Silva)