Após rodada em casa, Cutters miram o Circuito Nacional

futebol americano A safety Paulinha diz que o foco agora é total no Circuito Nacional. ( Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

Uma vitória e uma derrota. Esse foi o saldo da rodada do último fim de semana para a equipe feminina do Piracicaba Cane Cutters, que entrou em campo duas vezes pelo Campeonato Paulista de Flag 5×5, modalidade do futebol americano. Jogando em casa, no Estádio Comendador Pedro Morganti (Monte Alegre), o time piracicabano venceu os Underdogs pelo placar de 35×0 no primeiro jogo, mas acabou derrotado pelo São Paulo Storm, por 36×0, na partida de fundo. Apesar do revés, o primeiro na competição, os Cutters seguem na liderança da Divisão Norte da Conferência Caipira.

Na próxima rodada, a equipe piracicabana irá enfrentar as representações de Sorocaba Vipers e Piedade Hainus, ambos no dia 21 de outubro. O Campeonato Paulista de Flag 5×5 é dividido em quatro divisões regionalizadas: sendo duas no interior e duas metropolitanas. Antes, porém, os Cutters disputam o Circuito Nacional. Os adversários serão Antares-RJ e Vasco, do Rio de Janeiro, e Bull Potiguares, do Rio Grande do Norte. Além deles, São Paulo Storm e Palmeiras Locomotives estão no caminho da equipe. Os jogos acontecem nos dias 29 e 30 de setembro, em São Paulo.

Apesar do revés, o primeiro na competição, os Cutters seguem na liderança da Divisão Norte da Conferência Caipira

“Na primeira partida do dia, apesar de já termos confrontado a equipe do Underdogs em várias ocasiões, nós sabíamos que o elenco delas havia mudado e, por esse motivo, seria uma novidade para nós. Tanto o ataque quanto a defesa aproveitaram as primeiras descidas para identificar as principais mudanças no adversário e conseguimos rapidamente encontrar a melhor forma de jogar, saindo com vitória e uma boa atuação dos dois setores”, avaliou a safety Paulinha Asbahr.

“O Storm foi a única equipe para a qual perdemos, tanto no Paulista quanto na primeira etapa do Circuito Nacional. Nós sabíamos da qualidade, sempre é um jogo muito difícil. Nos preparamos intensamente para o confronto, porém, no caso da defesa, cometemos muitos erros individuais em momentos cruciais, o que comprometeu o esquema tático coletivo. Nós soubemos reconhecer essas falhas e vamos trabalhar em cima disso no próximo treino”, completou a jogadora. Segundo ela, o resultado não irá afetar no compromisso válido pelo Nacional.

PROJEÇÃO

“Apesar do Paulista ser muito importante, já estamos trabalhando há algumas semanas com foco na segunda etapa do Nacional. O resultado negativo contra o Storm só nos dá mais vontade de treinar e estudar os adversários. Como uma de nossas atletas sempre diz, temos que ter ‘memória curta’ e manter em mente os nossos objetivos. A equipe tem consciência dos erros cometidos e, neste momento, já estamos trabalhando para minimizá-los. Ao mesmo tempo, sabemos em quais pontos podemos ser ainda melhores”, finalizou.

(Líder Esportes)