Aposentada quebra fêmur após ser empurrada pelo filho

Caso foi registrado na DDM. (Arquivo/JP)

Uma aposentada de 77 anos quebrou o fêmur após ser empurrada em direção a um ventilador durante uma discussão com seu filho, um desempregado de 55 anos, na residência da família, na Vila Cristina. Ele foi preso na quinta-feira (11), pela Polícia Militar acusado de lesão corporal e violência doméstica. A idosa está internada no Hospital Santa Casa e seria submetida à cirurgia.

De acordo com a Polícia Civil, a agressão ocorreu na noite de quarta-feira (10), mas só foi registrada na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) no dia seguinte. Os policiais foram avisados sobre uma agressão envolvendo mãe e filho. Quando os PMs chegaram até a casa, a ambos já tinha sido socorridos até o COT (Central de Ortopedia e Traumatologia).

O desempregado teria relatado aos policiais que estava machucado, porque teria sido agredido por sua mãe. Já a aposentada teria informado aos policiais que na noite anterior teve uma discussão com seu filho e acabou sendo empurrada sobre um ventilador.

A idosa confessou ainda que tem sofrido ameaças verbais constantemente, mas nunca tinha sido agredida anteriormente. Somente durante a manhã do dia seguinte, a vítima gritou por socorro e foi ouvida por um vizinho, que avisou os bombeiros.

Diante da gravidade da lesão da aposentada, ela foi transferida para o Hospital Santa Casa, pois precisaria passar por cirurgia. A própria mãe pediu a prisão do filho, pois não estava mais suportando a convivência com o filho.

O desempregado foi levado até a DDM, onde foi autuado em flagrante pela delegada Monalisa Fernandes dos Santos. Ele permaneceu preso na carceragem, até ser apresentado à audiência de custódia.

A delegada orientou a vítima, que também pode pedir a medida protetiva para afastamento do agressor do lar.

 

Cristiani Azanha