Aposentada reclama de situação de calçada

buracos Calçada na avenida Piracicamirim: intransitável. Claudinho Coradini/JP

A aposentada Maria Elisabeth de Oliveira e Costa reclama da dificuldade de trafegar na calçada da esquina da avenida Piracicamirim com a rua Alexandre Pacheco, na Vila Monteiro. Para ela, o maior problema está nos buracos existentes no passeio que impedem a passagem de pedestres idosos e crianças. Elisabeth, que conta com o apoio de uma bengala para se locomover, disse que é obrigada a andar junto ao meio fio da avenida quando segue para a clínica de fisioterapia, próxima a sua casa. Outro problema enfrentando pela moradora é a construção abandonada há mais de um ano vizinha ao condomínio onde mora. O local, segundo a aposentada, tem servido de abrigo para moradores de rua e para usuários de drogas, além da sujeira e mato alto no terreno.

Ela disse que as crianças que utilizam a calçada quando vão ou voltam da escola enfrentam a mesma dificuldades. “Elas usam as mochilas com rodinhas e é impossível andar nesta calçada”, contou apontando para as irregularidades do piso. “Uma vez um motorista me xingou e gritou para eu sair do meio da rua”, contou a mulher acrescentando que já procurou a prefeitura para fazer as duas reclamações mas até o momento nada foi feito pelos setores competentes. “Liguei no 156, tenho protocolos dos atendimentos mas nada foi feito, o posto de combustível aqui da esquina é onde os carros da prefeitura são abastecidos, então muitos funcionários vêem essa situação, mas nada é feito”, reclamou.

A reportagem do Jornal de Piracicaba foi ao local e constatou os problemas na construção abandonada. Há mato alto na calçada e na obra inacabada há colchão, lençol e muita sujeira. Em um dos cômodos havia cachimbos usados para consumo de drogas e garrafas de vazias de bebida alcoólica.

A Prefeitura de Piracicaba já tem conhecimento do problema e já executou notificação em relação ao imóvel abandonado e o proprietário já foi autuado em relação a calçada. Técnicos das Secretarias de Obras e Meio Ambiente farão novas vistorias no local a partir de amanhã.

(Beto Silva)