Aposentado de Campinas, vítima de extorsão, é localizado pela PM em hotel de Piracicaba

Caso foi registrado no plantão policial de Piracicaba

Um aposentado de 60 anos perdeu R$ 60 mil após cair no golpe do falso sequestro. Ele reside na Vila Lídia, em Campinas, onde teria recebido uma ligação informando que sua filha havia sido sequestrada e que deveria pagar R$ 100 mil pelo resgate. O aposentado foi orientado a jogar fora seu celular e comprar outro aparelho para receber outras instruções. Eles saiu com seu veículo, mas foi localizado pela Polícia Militar, em um hotel, na Vila Rezende, em Piracicaba através do sistema de câmeras que teria identificado que o carro da vítima estaria na cidade, na madrugada desta quarta-feira (20). Os policiais constataram que a filha do aposentado estava bem e que o aposentado teria sido vítima de golpe. Os familiares já tinham registrado um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do aposentado, no 4º Distrito Policial de Campinas.

De acordo com a PM, às 3h13 da madrugada, os policiais militares da Força Tática realizavam patrulhamento de rotina em Piracicaba, quando foram avisados através do Copom o veículo Renault Oroch de cor preta, cujo  proprietário poderia ter sido vítima de sequestro pela cidade de Campinas, fez vários saques em suas contas correntes, totalizando R$ 60. Realizadas a consultas,

btendo as informações que o veículo havia passado pelo radar da Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), às 21h25 de terça-feira (19). Depois não constataram que o carro tinha deixado a cidade. Os policiais desconfiaram que ainda poderia estar em Piracicaba, pois os familiares teriam relatado aos policiais, que ele poderia ter sido vítima do golpe do falso sequestro e devido ao “adiantado” da hora poderia estar em algum hotel ou pousada.

Os PMs passaram a procurá-lo nesses locais e acabaram localizado o carro do aposentado estacionado em frente de um hotel. Os policiais confirmaram através da gerência, que ele estaria hospedado no local. Após localizá-lo, os policiais constataram que ele estava em estado de profundo estresse.

O aposentado teria informado à polícia que ao longo dos dias seguiu as orientações passadas pelos falsos sequestradores. O boletim de ocorrência sobre o assunto foi registrado no plantão policial de Piracicaba como extorsão. O aparelho celular usado pelo aposentado foi apreendido pela polícia.

 

(Cristiani Azanha)