Apreendidos pela polícia 35 kg de cocaína e crack que vinham da Bolívia

A Polícia Militar Rodoviária interceptou um carregamento de 15 kg de pasta-base de cocaína e dez kg de crack que vinham da Bolívia, através do Mato Grosso, no interior de um Gol vermelho com dois ocupantes. Seis pessoas foram detidas. Os suspeitos foram parados ontem de manhã, após passarem pela base da corporação, na Rodovia Geraldo de Barros (SP-304), em São Pedro. Segundo a polícia, eles teriam confessado que os tijolos de entorpecente seriam entreguem em uma chácara, no Jardim Dall’Orto, em Sumaré. Com apoio dos policiais do 48º BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior) de Sumaré, um casal e o proprietário da chácara foram abordados. No local, os policiais apreenderam aproximadamente R$ 500 em dinheiro. O suposto comprador da droga, que também estava na chácara, tentou escapar da abordagem e saiu em alta velocidade, em um Corolla, mas foi alcançado às margens da Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), em Americana. Como envolve suspeita de tráfico internacional, os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal de Piracicaba.
 
A comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar Rodoviária, tenente Larissa Fernanda Marcucci Sanches, informou que por volta das 9h, os policiais realizavam uma fiscalização na rodovia, em São Pedro, quando decidiram abordar um Gol vermelho com dois ocupantes.“Realizamos a fiscalização no veículo e constatamos que os tijolos de cocaína estavam escondidos no painel do carro, enquanto que o crack, no interior do banco dos passageiros. Eles teriam confessado o suposto envolvimento no transporte da droga e informaram que a entrega aconteceria em uma chácara em Sumaré”, comentou Larissa. Os tijolos tinham a inscrição de Made in Cochabamba, cidade na Bolivia.
 
Os policiais militares do batalhão foram avisados sobre a localização dos outros envolvidos no esquema e realizaram um cerco na chácara, em Sumaré. “No local, estavam o responsável pela chácara, o filho dele e a namorada. A princípio, apenas o casal teria conhecimento sobre a entrega da droga, o homem alegou que não sabia e por isso foi trazido para a delegacia na condição de testemunha”, completou a tenente. Na propriedade foi apreendido um Corsa que seria usado por eles.
 
Segundo a policial, o motorista de um Corolla que teria tentado escapar dos policiais, mas foi abordado pela Força Tática do 48, seria o comprador da droga. Todos os envolvidos foram trazidos para a sede da Polícia Federal, em Piracicaba, até o fechamento desta edição, a PF não confirmou se todos permaneceriam presos.