,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Makro Atacadista reinaugurou loja ontem
  • Convenção confirma reposição para trabalhadores do comércio
  • Semuttran licita primeira etapa de projeto com dinheiro de multas

E o contrato da nova Estrada Piracicaba - Tupi?
Fortunato Losso Netto
14/03/2017 14h49
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
4 de novembro de 1971 - Ao ensejo da notícia, por todos os títulos alvissareira, da abertura do tráfego na estrada Piracicaba - Anhanguera, no trecho que contorna Santa Bárbara d’Oeste e sai diretamente no contorno de Americana, é muito oportuno relembrar-se que esse trecho a ser aberto no próximo sábado é apenas uma fração, aproximadamente, metade, da estrada que nos liga à Via Anhanguera e que existe projeto inteiramente pronto só segmento Tupi - Piracicaba, traçado em condições técnicas de elevado gabarito, tornando a estrada uma das mais perfeitas do Estado.
 
Realmente, o trecho Tupi - Piracicaba terá condições técnicas excepcionais: de 16 curvas, algumas delas muitíssimo perigosas (com raio de 80 metros, por exemplo), o novo trecho terá apenas duas curvas e isso mesmo com raio de 3.000 metros, o que as torna praticamente imperceptíveis ao motorista, mesmo a elevadas velocidades; não haverá mais as traiçoeiras lombadas, de que o atual traçado está cheio, provocando tensão nos que dirigem e perigos iminentes de desastres. Ademais, ao aproximar-se de Piracicaba, a estrada adentrará o novo anel de contorno, que será uma verdadeira integração das estradas estaduais que servem nosso município, pois interligará, ao largo da cidade, as estradas de Águas de São Pedro, Rio Claro, Limeira, Campinas, e as projetadas Estradas do Açúcar e asfaltada de Anhembi.
 
Lembramos aqui que, ao término do atual trecho a ser agora aberto, cogitou-se de prolongamento do contrato, a fim de que a mesma firma Irmãos Prata prosseguisse os trabalhos até Piracicaba, uma vez que comprovou sua idoneidade técnica e financeira.
 
Ao que se soube depois, esse procedimento contrariava as normas do DER, e então Piracicaba pleiteou a feitura de nova concorrência, para tais obras do trecho Tupi - Piracicaba. O sr. Laudo Natel, sempre atento aos superiores interesses do Estado, e sendo um inveterado palmilhador das nossas estradas de rodagem, houve por bem autorizar a publicação da concorrência pública, de pleno acordo com o Secretário dos Transportes, sr. Paulo Salim Maluf.
 
Os meses passaram e ontem vimos a concorrência para a execução de serviços de obras, recapeamento e restauração da estrada SP-340, no trecho Piracicaba - Águas de São Pedro, na extensão de 34.455 metros. E ficamos ao mesmo tempo alegres e apreensivos. É que o pedido da extensão do trecho Tupi - Piracicaba é bem mais antigo e tememos pela sorte de nossa via de acesso à Anhanguera. Afinal a autorização do sr. Governador do Estado foi peremptória e nela Piracicaba tem toda razão para confiar. Mas perguntamos: o que estará impedindo a concretização desse anseio há longos anos acalentado pelos piracicabanos?

Fortunato Losso Netto

Foi médico, jornalista, diretor e proprietário do Jornal de Piracicaba


 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar