,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Piracicaba registra maior geração de empregos formais desde 2014
  • Em primeira discussão, Câmara aprova Guarda Civil para multar
  • Entidade pede donativos para atender cães

Quinze minutos historicos
Fortunato Losso Netto
02/06/2017 07h00
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
14 de dezembro de 1941 - Ha poucos dias, nestas colunas, registramos um valioso subsidio para a historia de uma velha aspiração de Piracicaba  uma ambulancia. Reproduzimos, então, um episodio aqui acontecido ha mais de trinta anos, quando a autoridade policial do municipio era o dr. Sebastião Nogueira de Lima.
 
Se este fato ficou registrado como uma pagina viva de antiga lacuna em nossa terra, hoje temos o prazer de relatar o que se passou em quinze minutos  que ficarão gravados como decisivos na solução do magno problema que vem empolgando a alma dos piracicabanos.
 
Ontem á tarde, na senhorial residencia do sr. Mario Dedini, reuniram-se alguns homens de boa vontade para decidir alguma coisa de util na campanha da ambulancia.
 
Ali estavam, além do sr. Dedini e sra., os srs. Lino Morganti, dr. Jean Balbaud, Pedro Ometto, dr. José Vizioli, dr. Antonio Corrêa Meyer, Sebastião Ferraz Caldas e quem redige estas linhas, os quatro ultimos, membros da comissão pró ambulancia.
 
Em meio da mais cristalina compreensão, entre um e outro sorvo de café - <o liquor divinus> - decidia se a subscrição de importantissimas quantias  valiosas contribuições que asseguram o êxito da campanha em boa hora iniciada nesta cidade.
 
Com um feliz encontro que a comissão teve com o dr. Louis Clement  digno gerente da Cia. Industrial e Agricola <Boyes> - e estavam inteirados ao quinze minutos verdadeiramente historicos da ambulancia  em que foi levantada mais de uma vintena de contos par a compra de tão necessario veiculo para transporte comodo dos nossos doentes.
 
E não pensem os leitores que o decimo sexto minuto foi despresado. Esse aí está  vibrando de entusiasmo  no funcionalismo publico, nas crianças das escolas, nos esportistas, nos industriais, nos estudantes, nos artifices, nos representantes das classes liberais  em Piracicaba toda, unissona, que deseja dar aos seus doentes a condução á altura do carinho do conforto, da assistencia que eles têm, louvado Deus, na modelar Sta. Casa de Misericordia  um padrão de orgulho do coração misericordioso de Piracicaba!

Fortunato Losso Netto

Foi médico, jornalista, diretor e proprietário do Jornal de Piracicaba


 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar