Ataques perto de Damasco, na Síria, deixam três mortos e mais de dez feridos

Novos ataques aéreos e bombardeios nos arredores ao leste de Damasco, capital da Síria, promovidos pelas forças do ditador Bashar Al-Assad, resultaram na morte de três pessoas e mais de uma dezena de feridos neste sábado, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos e o Centro de Mídia de Goutha, região próxima a Damasco.

A onda de violência ocorre após o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) ter adiado a votação sobre a resolução de cessar fogo por 30 dias no país, prevista para este sábado.

Desde o domingo passado, quando teve início a última leva de ataques na região promovidas pelo governo sírio, foram mortos 474 civis, dos quais 114 eram crianças, de acordo com o Observatório.

O governo do país intensificou os ataques a áreas no entorno de Damasco controladas por grupos de oposição nas últimas semanas. Em retaliação, rebeldes de cidades vizinhas à capital têm atacado a cidade, matando mais de 25 civis na última quinzena e aumentando o temor entre os 4 milhões de residentes de Damasco. Fonte: Associated Press.