Ato contra Lula reúne 1.500 na praça José Bonifácio

Até às 19h de ontem, cerca de 1.500 pessoas participavam de ato do MBL (Movimento Brasil Livre) e do VPR (Vem Pra Rua) contra o ex-presidente Lula (PT), que hoje terá seu pedido de habeas corpus julgado pelo STF (Supremo Tribunal Federal). A expectativa da organização era de receber até 3.000 manifestantes na praça José Bonifácio ao longo do evento, previsto para terminar às 20h.
 
A mobilização começou às 17h30, com cerca de 35 pessoas do MBL em frente à Câmara, onde o grupo aproveitou para cobrar a votação do projeto de lei que revoga o Título de Cidadão Piracicabano a Lula. “É questão de honra para a cidade revogar este título dado ao Lula”, disse o porta-voz do MBL, Luis Gustavo Bená.
 
O MBL seguiu para a praça José Bonifácio e se uniu ao VPR, em ato intitulado “Ou você vai, ou ele Volta!”. O porta-voz do VPR na cidade, Willian Bueno, disse que mobilização serviu “para dar o recado ao STF que a lei é para todos e que a Constituição deve ser respeitada, independente de partido político. Nós queremos corruptos e ladrões na cadeia”.
 
Apoiadora do ato, a Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba) esteve presente com diversos de seus diretores. “Participar de ações como essa é marcar a história da entidade. Hoje, a democracia está em jogo, a sociedade está estarrecida em ver a possibilidade de criminosos condenados serem soltos. A lei deve ser para todos”, declarou o vice-presidente Luiz Carlos Furtuoso.