Banqueiro é preso no Rio em operação da Lava Jato

Banqueiro é preso no Rio em operação da Lava Jato
Fonte: Agência Brasil

Agentes da Polícia Federal prenderam hoje (16) o banqueiro Edson Menezes. Ele é ex-superintendente do Banco Prosper e ex-presidente da Bolsa de Valores. Menezes, conhecido como Grande, é investigado pelo pagamento de propina para a contratação do Banco Prosper no processo de leilão do Banco do Estado do Rio de Janeiro (Berj).

Segundo as investigações da Lava-Jato no Rio, ele teria pago R$ 3,12 milhões de propina ao grupo do ex-governador Sérgio Cabral. Parte do pagamento foi feito em dólares, em espécie, e o restante em garrafas de vinho que, segundo o Ministério Público Federal, valem mais de mil dólares no mercado internacional. O pagamento foi feito por meio da Remop Investments, uma das off-shores de Menezes. O banqueiro foi preso no seu apartamento no Leblon, Zona Sul do Rio. Os policiais vão também a outros seis endereços ligados ao ex-superintendente da Prosper.

Em 2006, o governo do Rio contratou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para uma consultoria para avaliar o preço mínimo do Berj. Em 2010, o edital de leilão do banco previu um pagamento de 3%, R$ 3,12 milhões, sobre o total alcançado na venda para o pagamento da consultoria independente. De acordo com os procuradores da República, estes elementos confirmam o depoimento de um dos delatores da Lava-Jato de que Sérgio Cabral condicionou o leilão do Berj à contratação do Prosper.

As investigações também comprovaram outras cinco operações de dólar-cabo (quado o cliente entrega o dinheiro em reais no Brasil e recebe os dólares no exterior).em lavagem de capitais feitas pela Remo Investments com os irmãos Marcelo e Renato Chebar, operadores financeiros de Cabral.

Também ficou comprovado, segundo o MPF, relações de amizade entre Menezes e Carlos Nuzman, denunciado na Operação Unfair Play, e que integrou o Conselho da Riopar Participações, ao lado de Marcelo Traça, Jacob Barata Filho e Lélis Teixeira, todos denunciados na Operação Ponto Final.

Banqueiro é preso no Rio em operação da Lava Jato