Beneficiado pela saidinha é imobilizado pela própria vítima

Um beneficiado pela saída temporária de Natal foi detido anteontem, pela própria vítima, no bairro Cidade Alta. Simulando portar arma, ele teria rendido várias pessoas, que reagiram e conseguiram e segurá-lo até a chegada da Polícia Militar. O acusado de 46 anos foi encaminhado ao plantão policial, onde foi autuado em flagrante sob acusação de tentativa de roubo.
 
Segundo os policiais, por volta das 10h30, um denunciante entrou em contato com a PM para informar roubo em uma praça nas proximidades da rua Alfredo Guedes. Quando uma equipe chegou ao endereço informado, surpreenderam um grupo de pessoas que cercavam o suspeito, que tentou roubá-las. Entre as vítimas, estava um autônomo de 55 anos. De acordo com as testemunhas, o assaltante teria usado um pedaço de madeira e várias pedras para abordar as vítimas, além de simular portar uma arma.
 
Os PMs afirmaram que como o assaltante estava agitado e violento, eles utilizaram algemas para detê-lo. Com o acusado foram apreendidos quatro cartões bancários e R$ 1.110 em dinheiro. Ele alegou que a quantia seria proveniente de um empréstimo que tinha acabado de fazer.
 
Em seguida, os policiais confirmaram que o acusado era beneficiado pela saída temporária de Natal, mas não informaram de qual unidade ele cumpria pena ou qual seria sua acusação.
 
Além da prisão em flagrante, o delegado Alex Williams Adami também pediu à Justiça o mandado de prisão preventiva, pois considerou que o indiciado tem indícios suficientes de autoria, bem como coloca em risco a ordem pública e a conveniência da instrução criminal.
 
OUTRO ROUBO — Durante as comemorações de Ano Novo, uma pensionista de 61 anos foi abordada na madrugada por cinco assaltantes, que obrigaram-na a entregar as chaves de seu veículo Renault Logan, no Jardim Paulista. Ela participava de uma confraternização quando foi buscar algo no carro. A mulher foi abordada por um homem armado de pistola. Assim que entregou as chaves, os demais se aproximaram e entraram no veículo da vítima, ano 2010, que não tinha seguro. Um dos assaltantes aparentava ter cerca de 18 anos, trajava calça jeans e camiseta de cor escura. Era magro, alto e portava uma arma. A vítima não conseguiu informar a polícia as características dos outros envolvidos.