Biometria em Piracicaba tem cadastro de 23% dos eleitores

Biometria em Piracicaba será obrigatória a partir de 2021

O ciclo da biometria – identificação digital do eleitor – obrigatória, que abrange 478 municípios paulistas, começou nesta segunda-feira (4/02). Os eleitores pertencentes às Zonas 93 (Piracicaba), 270 (Saltinho) e 244 (Charqueada e Rio das Pedras) ainda não entram na obrigatoriedade, que será em 2021. Dos 289.600 eleitores de Piracicaba, 23% fizeram a biometria.  “Quem deixar para fazer somente em 2021, vai enfrentar filas, o agendamento será mais complicado”, ressalta José Antônio Capelli, chefe do Cartório da Zona 93.

Apesar disso, muitos eleitores já procuraram as zonas eleitorais 93, 244 e 270 para fazer a biometria. Segundo Capelli, em Piracicaba, até o momento, 66.600 pessoas fizeram a biometria, restando 223.000 eleitores para fazerem o processo.

De acordo com Luís Sousa, chefe do Cartório da Zona Eleitoral 244, dos 26.515 eleitores de Rio das Pedras, 5.044 fizeram biometria. Já em Charqueada, que também pertence à Zona 244, dos  13.971 eleitores, 2.343 fizeram a biometria.

Em relação aos munícipes pertencentes a Saltinho, segundo Luciana Diniz Daniel, chefe do Cartório da Zona 270, dos 6.504 eleitores, 2.867 fizeram biometria.

AGENDAMENTO

No site (www.tre-sp.jus.br) do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo, é possível ter acesso à lista das 478 cidades onde a biometria é obrigatória, prazo final e também fazer o agendamento para o processo presencial no cartório ao qual pertence. Os eleitores dos municípios onde a biometria é obrigatória, se não realizarem o processo dentro do prazo, podem ter o título cancelado.

DÉBITO

Outro fator importante ao qual os eleitores devem estar atentos é a existência de débito com a Justiça Eleitoral. De acordo com o TRE, o eleitor em débito com a Justiça Eleitoral tem a opção de emitir boleto, a GRU (Guia de Recolhimento da União) on-line, para quitação de multas eleitorais decorrentes de ausência às urnas.

O boleto emitido terá o valor mínimo fixado pela Resolução TSE nº 23.088/2009. Em alguns casos específicos, o eleitor, quando comparecer ao cartório, poderá ser informado de que deve recolher valor superior ao constante do boleto emitido pela internet.

Texto: Eliana Teixeira

Foto: Amanda Vieira