Bispo dom Fernando, da Diocese de Piracicaba, completa 75 anos hoje

Bispo dom Fernando Mason completa 75 anos nesta terça-feira (21) em encontro reservado com padres da Diocese de Piracicaba (Crédito: Arquivo/JP)

Missionário no Brasil desde 1972 e bispo da Diocese de Piracicaba desde 2005, dom Fernando Mason completa, hoje, 75 anos de idade. Entre as celebrações, o bispo terá encontro reservado com padres, segundo a assessoria de imprensa, e os fiéis também puderam enviar felicitações em razão do aniversário, nas últimas semanas, por meio de uma seção no site da diocese. As mensagens serão entregues a ele nesta terça-feira (21).

De acordo com parágrafo primeiro do cânon 401 do Código de Direito Canônico, ao completar 75 anos, os bispos apresentam carta de renúncia ao Papa. Apesar disso, a assessoria de imprensa da Diocese, até ontem, não soube informar se dom Fernando havia ou não enviado sua carta ao Papa Francisco.

Mesmo com a apresentação de sua carta de renúncia, dom Fernando continuará como bispo diocesano até que o Papa Francisco, quando julgar oportuno, nomeie aquele que será o seu sucessor e ocorra, também, a posse canônica do novo pastor da Diocese de Piracicaba”, informou a diocese.

Filho de lavradores e com oito irmãos, dom Fernando é italiano, da cidade de Loreggia, na província de Pádua. Seu nome de batismo é Ernesto Ferdinando Mason. Mais tarde, ao tornar-se frade, em 1966, adotou o nome de Fernando. É franciscano da Ordem dos Frades menores Conventuais.

Para José Francisco dos Santos, 60, funcionário público aposentado, o bispo tem realizado, nos 14 anos à frente da Diocese de Piracicaba, um “bom trabalho”. “[É] corrido, porque a gente sabe que não é fácil, mas ele faz o possível para fazer o melhor”, comenta. Santos espera que dom Fernando “faça o melhor para as nossas igrejas […] e que Jesus permaneça iluminando o caminho dele”.

Para José Francisco, o bispo tem realizado um “bom trabalho” frente a diocese. (Crédito: Amanda Vieira/JP)

 

Moradora de Mombuca, que pertence à Diocese de Piracicaba, Delma de Oliveira Hipólito Martins, 56, contadora aposentada, avalia que há a necessidade do trabalho do bispo focar na evangelização e retenção das pessoas na igreja.

Para Delma de Oliveira, “estamos precisando de incentivo para conseguir mais pessoas a se tornarem católicas”. (Crédito: Amanda Vieira/JP)

 

Estamos precisando de incentivo para conseguir mais pessoas a se tornarem católicas, porque tem muita gente saindo e indo para outras [religiões]. De repente, as regras da nossa igreja (católica) estão muito duras”, pontua Delma, que aprecia o trabalho realizado pelo Papa Francisco.

Recentemente, dom Fernando enfrentou protestos de fiéis de Santa Bárbara d’Oeste contra sua decisão, em novembro do ano passado, de transferir o padre Rodrigo Simões Anholetto da paróquia São Sebastião. Após a pressão, dom Fernando voltou na decisão em dezembro. Na ocasião, a Diocese de Piracicaba não comentou o caso.

Andressa Mota

[email protected]