Black Friday deve faturar R$ 14 milhões em Piracicaba e região

Comerciantes estão otimistas e consumidores esperam fazer bons negócios na Black Friday deste ano (Crédito: Claudinho Coradini/JP)

A 9ª edição da Black Friday no Brasil acontece na sexta-feira (29). Em Piracicaba e região, a expectativa é de um faturamento em torno de R$ 14 milhões em compras. Nessa cifra, já estão inclusos os 21% de aumento com relação ao ano passado. A adesão do consumidor brasileiro vem ocorrendo de forma gradativa ao evento, segundo aponta o idealizador da Black Friday no país, Ricardo Bove.

Segundo ele, a data já se consolidou como o dia mais importante para o comércio eletrônico nacional e tem a expectativa de superar os R$3,15 bilhões no Brasil, com uma movimentação recorde em 2019.

Segundo ele, São Paulo é o estado que deve apresentar maior faturamento da região Sudeste, com cerca de R$ 1,2 bi, o que representa 36% do total nacional de vendas durante o período do Black Friday este ano.

Bove destaca que a adesão representa maturidade dos consumidores brasileiros. Segundo ele, dos 120 milhões de consumidores, 60 milhões compraram pela primeira vez na Black Friday. “Em 2012, no Brasil, as vendas somaram R$ 215 mil e neste ano a expectativa é de R$ 3,1 bilhões de vendas, comparou.

Os produtos que possuem maior intenção de compra para 2019 segue o perfil já consolidado pelo evento: aqueles de maior valor agregado e de desejo. O destaque fica por para smartphones, eletrodomésticos e televisores.

Por se tratar de compras realizadas, na maioria, pela internet, Bove aconselha os consumidores a adotarem alguns cuidados. “É importante ter uma lista de compras, pesquisar o preço médio e comprar de lojas conhecidas”, apontou.

Segundo pesquisa realizada pela Black Friday no Brasil, 80% das compras são feitas pelo cartão de crédito, o que segundo Bove é uma garantia amais para o consumidor.

Ele também aconselha uma pesquisa prévia nos preços e citou o site blackfriday.com.br como uma ferramenta de auxílio. “As lojas que estão no site passaram por uma filtragem o que garante mais confiança”, afirmou. O idealizador também aconselha a desconfiar sempre de descontos muito altos.

O otimismo de aquecimento do comércio também é destacado pelo presidente da Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba) Luís Carlos Furtuoso. Para ele, o evento já faz parte do calendário do comércio de Piracicaba. “Era uma data normal para o comércio na internet, depois que as lojas físicas passaram a adotar os resultados são excelentes”, afirmou.

Apesar de a política de descontos variar de empresa para empresa, Furtuoso destaca bons resultados no comércio local. “É bom para o comerciante e para o consumidor “, afirmou.

Ao comentar a expectativa de vendas, o presidente admitiu que não há uma explosão nas vendas, mas admite que, por outro lado, é possível verificar um aquecimento da economia, o que – segundo ele – pode ser um reflexo para as vendas no final de ano.

DINHEIRO NO BOLSO

O recebimento da 1ª parcela do 13º salário e a liberação de R$ 500 do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) são fatores que podem contribuir com o aumento das vendas da Black Friday deste ano.

Neste ano, pela quinta vez, a Acipi aderiu à iniciativa da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) de promover a campanha “Acertando suas Contas”, que consiste em intensificar a sensibilização de consumidores inadimplentes, a fim de incentivá-los a limpar seus nomes.

Beto Silva

[email protected]