• Brechó aposta no empoderamento
  • Brechó aposta no empoderamento
  • Brechó aposta no empoderamento

Brechó aposta no empoderamento

Mariana Requena
mariana.requena@jpjornal.com.br

As redes sociais podem ser uma forma de se aproximar da família, de conhecer um pouco da viagem de um amigo ou, até mesmo, um canal para conseguir uma entrevista de emprego, mas ainda é necessário progredir muito para que a tecnologia se torne apenas positiva para o ser humano.

Não é difícil notar que algumas pessoas podem ser bem cruéis com o que escrevem ali, protegidas pela telinha do celular. É assim que muitas mulheres acabam se sentindo intimidadas ao postar fotos nas redes sociais, principalmente se o seu corpo é considerado diferente dos padrões de beleza estigmatizados como belos por uma parte da sociedade. O que os autores dos comentários maldosos não percebem é que eles podem afetar a autoestima e a saúde mental dessas mulheres, que nunca se sentiram encaixadas nos parâmetros dos corpos esculturais e irreais divulgados por aí.

Por meio do contato com essa realidade, Laís Demetrio resolveu ligar o empoderamento feminino à sua marca, o brechó “Girl Flower”. Através da marca ela tenta convencer as mulheres de que não existem roupas específicas para cada corpo e que cada um deve usar o que se sente à vontade. “Algo tão imponente vem no reflexo da marca, e é incansável a nossa luta, junto à moda, para que a gente consiga trazer o entendimento de que o achismo das pessoas aleatórias não diz respeito a quem você é e quem vai se tornar”, declara. “É uma constante evolução de quebrar todos os paradigmas e acreditar que você pode, sim, usar aquilo que faz parte do seu eu ou o que você acredita que se encaixaria”.

Recentemente, Laís organizou em Piracicaba uma sessão de fotos com o objetivo de mostrar a diversidade e a beleza da mulher piracicabana. A repercussão nas redes sociais foi grande e para ela, unir a moda ao empoderamento feminino foi uma experiência marcante. “Eu posso te dizer com toda certeza que a moda é um dos maiores pilares de influência no quesito autoestima e confiança, não apenas se tratando das mulheres, mas generalizando, como um todo”, afirma ela. “E por ser assim, levantamos algo bom, o Girl Flower. Cores, estampas, estilos: tudo isso tem uma repercussão direta com a confiança, saúde e principalmente no humor de quem veste. Depois de tanto garimpo e acervos, começamos a engatinhar para um projeto de alguns itens com a nossa marca autoral”.

Laís acredita que os padrões impostos pela sociedade são irreais e é importante que cada mulher valorize sua beleza e suas formas. “Quais padrões?! Aqueles impostos?! Bobagem. Mas sei do absurdo que muitos rotulam”, diz ela. E deixa um recado para as mulheres que se sentem intimidadas pela perfeição cobrada pela mídia: “Primeiramente não se sinta culpada, até porque nós mulheres reinamos dentro de cada uma de nós sentimentos, medos, forças e refúgios próprios. Não conseguiremos agradar a todos, e este é o sentimento mais interessante de tudo, ser o que o seu corpo clama, o que sua alma procura: ser você”.

SERVIÇO

O brechó Girl Flower está no Instragram: @grlfwr.