Bruno Lima trabalha para continuar no time

Claudinho Coradini/JP

O XV de Piracicaba, líder de sua chave com 14 pontos, espera aumentar a diferença na ponta diante do vice-líder Rio Claro (11) e o volante Bruno Lima, titular da equipe diante da Inter de Limeira poderá jogar novamente em sua posição, junto com Fraga e dando liberdade para Danilo Bueno armar a equipe. Mesmo com o meio indefinido, Bruno confia na consistência do time, apontando a evolução da equipe. “A cada joga a equipe vem jogando melhor, ganhando mais consistência e fi cando mais cascudo, porém estou tento oportunidades de entrar nos jogos. Dos seis disputados até agora só fiquei de fora contra o Velo, então tenho que aproveitar essa sequência e ficar pronto para quando o professor (Tarcísio Pugliese) precisar”, explicou.

Mesmo com a titularidade contra os limeirenses, Bruno disse que não tem a titularidade garantida contra a equipe rio-clarense. “Na verdade ainda não sei se começarei como titular, mas se estiver entre os onze iniciais, jogarei da mesma maneira, já que o meu estilo de jogo é esse, sempre aguerrido, procurando ajudar os companheiros. É importante para o jogador ter sequência, então pretendo agarrá-la da melhor maneira possível”, completou.

Bruno Lima também foi questionado sobre o árbitro da partida, que será José Guilherme Almeida e Souza, que apitou neste ano a derrota do XV para a Portuguesa Santista (4 a 3). Na ocasião, a equipe alvinegra reclamaram bastante das decisões do árbitro, como um toque na mão do jogador da Briosa antes do quarto gol.“Estamos comentando muito sobre arbitragem, porém devemos virar mais o foco para nosso trabalho, de como estamos jogando e não estamos mais cobrando tanto eles (arbitragem). Acho que se virarmos a chave será melhor para nós”, disse.

Mesmo sendo reserva na maioria dos jogos, Bruno já recebeu dois cartões amarelos e chega pendurado para o confronto em Rio Claro, porém o meia pretende se concentrar em seu jogo deixar a possibilidade de receber cartão de lado. “Sinceramente não penso nestas coisas, já que se pensar nisso, minha cabeça não estará presa ao jogo, não farei meu estilo de jogo, que é de marcar, então se pensarmos nisso deixaremos o jogo um pouco em segundo plano. Se ficar suspenso, mas continuar trabalhando do jeito que venho atuando, acho que a oportunidade e consequentemente a sequência vem”, explicou.

Por fim, Bruno também falou sobre a partida de domingo (4) diante do Rio Claro. “Acho que irão nos pressionar, já que jogam em casa, sabem da importância do jogo e se vencermos, a distância entre as equipes aumentará, mas sei que será um jogo difícil e equilibrado, mas daremos a vida para poder vencer”, finalizou.

Mauro Adamoli