Calçadas precárias começam a ser fiscalizadas amanhã por Observatório

O Observatório Cidadão de Piracicaba e o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência fiscalizam amanhã as condições das calçadas nas imediações de dois postos de atendimento à saúde. A primeira atividade será ás 13h30 e o ponto de encontro será na via em frente ao no Pronto Atendimento Piracicamirin, na rua Rio Grande do Norte, 135. Cidadãos com mobilidade reduzida vão fiscalizar o estado e a acessibilidade das vias nas imediações e mapear as que não estão adequadas. A mesma atividade acontecerá ás 15h30 no Posto de Saúde Jupiá, na Rua Eudóxio Silva, sem número, Jardim Parque Jupiá.
 
A atividade faz parte do projeto Calçada Cilada, – que acontece pela primeira vez em Piracicaba, mas está em seu quarto ano – e tem por objetivo encaminhar o mapeamento realizado aos entes públicos, ampliar a discussão sobre a qualidade das calçadas, o impacto na saúde, na segurança, na mobilidade do cidadão e lutar pelo cumprimento da Lei Brasileira de Inclusão.
 
O cidadão que quiser contribuir para o mapeamento, apontando calçadas perigosas, em mau estado, pode baixar gratuitamente o aplicativo Colab, disponível em aparelhos Android ou iOS, cadastrar-se e ir para “ fiscalize um problema”.Em seguida, selecionar a categoria “ pedestres e ciclistas” e escolher uma subcategoria, como, por exemplo, “calçada irregular”. Então, basta tirar e foto e descrever o problema, usando a #cilada.
 
O Observatório Cidadão é uma iniciativa conjunta da OAB-8ª Subseção de Piracicaba, Pira21, Florespi, Imaflora, Casvi, Pasca e UNESP e conta com o apoio da Caterpillar, do Fundo de Cultura e Extensão da Universidade de São Paulo e da Pró-Reitoria de Extensão Universitária da UNESP. O Observatório tem como objetivo instrumentalizar a sociedade para melhor compreensão e participação nos processos decisórios locais e contribuir com o monitoramento, avaliação e aprimoramento das políticas públicas do município. Mais informações no site www.observatoriopiracicaba.org.br