Calouros de medicina doam sangue

doação Os universitários também se inscreveram para a doação de medula óssea. (Claudinho Coradini /JP)

Calouros do curso de medicina da faculdade Anhembi Morumbi, do campus Piracicaba, iniciaram campanha de doação de sangue para o Hemonúcleo da cidade. Um grupo de universitários foi ao local ontem pela manhã, mas apenas cinco bolsas foram coletadas. Os estudantes que não puderam contribuir com a doação foram impedidos por critérios técnicos, segundo explicou o estudante Afonso Vicentini da Silva. “Muitos estudantes são de regiões onde há epidemias, por isso não puderam doar”, explicou. Os universitários também se inscreveram para a doação de medula óssea.

De acordo com a assistente social Kelly Borges, nos últimos dias, o estoque de bolsas está estável e ações como esta são indispensáveis para a manutenção do banco, assim como a fidelização de doadores regulares, que é uma dificuldade enfrentada pelo Hemonúcleo.

Vicentini disse que os trotes realizados nos semáforos da cidade irão, além de coletar dinheiro para a abertura do centro acadêmico da universidade, terão cartazes de conscientização dos motoristas quanto à doação de sangue. Os estudantes pretendem fazer campanha nas redes sociais para que outras pessoas doem sangue. O trabalho, segundo Vicentini, vai se estender durante todo o mês. Nesse período também serão feitas outras duas campanhas: uma de doação de alimentos para o Lar Betel e outra de doação de roupas femininas para o Instituto Ilumina de Combate ao Câncer. “Enquanto algumas universidade fazem trotes violentos, nós decidimos fazer o solidário”, destacou o estudante que integra a primeira turma de medicina da universidade.

 

(Beto Silva)