Câmara homenageia campeões mundiais de Canoagem

A competição, disputada no rio Munzur, em Tuecili, na Turquia foi bastante acirrada. Thiago Serra falou com exclusividade ao JP sobre a trajetória da equipe até o mundial. (foto: Fabrice Desmonts)

A equipe da Ascapi (Associação de Canoagem de Piracicaba), que conquistou o Campeonato Mundial de Rafting, na cidade de Tunceli, na Turquia foi homenageada na semana passada pela Câmara dos Vereadores. O presidente da Câmara, Gilmar Rotta (MDB) entregou, ao lado do prefeito Barjas Negri (PSDB), a moção de aplausos 114/2019 aos atletas da equipe. Também participou da entrega o secretário municipal de Esportes, Lazer e Atividades Motoras (Selam), Pedro Mello, e representantes da Ascapi.

“Eu sei o quanto vocês lutaram por essa conquista. Não somente durante os treinos, mas especialmente por todo o esforço para bancarem a viagem e toda a estrutura para que pudessem disputar o campeonato”, disse Gilmar Rotta. “Quando vocês foram conversar comigo, na Câmara, eu me recordo da confiança e de que me disseram que tinham todas condições de vencer”, relata. A caminhada da equipe para chegar ao mundial foi publicada em reportagem no JP durante o mês de junho e pode ser conferida através do link: https://bit.ly/2Zm48xE.

A competição, disputada no rio Munzur, foi bastante acirrada. No primeiro dia, a equipe disputou a prova de Descida, terminando em primeiro lugar, com o tempo de 23’02’’, a frente dos quintetos do Chile e da Itália. No segundo dia, foi a prova de Tiro Livre Paralelo, porém, foram eliminados na primeira bateria. A chance do título foi adiada para o terceiro dia, na prova de Slalom. A equipe piracicabana venceu novamente e chegou aos 240 pontos. A vitória valeu medalha de ouro, deixando para trás Cazaquistão (prata) e Rússia (bronze).

Sob o comando do técnico Rogério Lourenção, a equipe da Ascapi/Selam foi formada por Pedro Aversa, 23 anos; Thiago Diniz, 32; Thiago Serra, 24; William Ferraz, 28; e Fábio Lourenço, 38. “Foi uma experiência muito importante para nós, passamos por algumas dificuldades, especialmente no segundo dia de competição, quando não fomos bem, mas soubemos nos recuperar para trazer este título inédito para o Brasil e, especialmente, para Piracicaba”, disse o capitão da equipe, Thiago Diniz.