Câmeras de monitoramento da Semuttran serão compartilhadas com a polícia

15 novas câmeras estão em funcionamento (Amanda Vieira/JP)

Quinze novas câmeras de monitoramento estão em funcionamento na cidade. Os equipamentos que tiveram investimento de R$ 480,2 mil, serão usadas no monitoramento do trânsito e auxílio as forças policiais – Guarda Civil, Polícias Civil e Militar – em ações de segurança, uma vez que poderão ser compartilhadas pelas corporações.

O 10o BPM/I (Batalhão da Polícia Militar do Interior) informou em nota, que a corporação vê nesta ferramenta tecnológica de grande valia, mais uma forma de agregar um trabalho em conjunto que envolvem todas as forças de segurança do município. “Neste trabalho, a participação da Prefeitura Municipal é de suma importância e as câmeras darão mais visibilidade e maior possibilidade na identificação de veículos envolvidos no cometimento de crimes, será mais uma forma de contribuir para o policiamento preventivo e de coibir práticas delituosas, propiciando uma resposta mais rápida e consequente melhoria na prestação de serviço público para o cidadão”.

O delegado Seccional Américo Sidnei Rissato disse que de um modo geral, as câmeras de segurança são muito úteis no trabalho de investigação policial, que é o que compete à Polícia Civil.
“As imagens servem e são aceitas como provas da prática de um delito. Serve, ainda, para confirmar ou descartar álibis que nada mais são do que defesas que o investigado apresenta quando pretende provar que não poderia ter cometido o crime por, por exemplo, encontrar-se em local diverso daquele em que o crime de que o acusam foi praticado. Enfim, trata-se de ferramenta de extrema valia”, afirmou Rissato.

CÂMERAS

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes), revitalizou a CIMM (Central Integrada de Monitoramento e Mobilidade), instalada no 2º andar do prédio do Centro Cívico. O espaço passou por reforma, troca/aquisição de mobiliário e de novos equipamentos. A inauguração ocorreu anteontem.

De acordo com o secretário de Trânsito e Transportes, Jorge Akira, nesta etapa já será possível a transmissão, em tempo real, das imagens das 15 câmeras. “Com essas câmeras, os agentes de trânsito que operam a Central poderão alterar planos semafóricos e também se comunicar com os agentes de trânsito, Guarda Civil e Polícia Militar quando houver qualquer intercorrência nas vias monitoradas, como congestionamentos ou acidentes”, explica Akira.

As 15 novas câmeras estão em postes de 15 metros de altura, nas vias com maior movimento na cidade.

“Piracicaba tem 405 mil habitantes e uma frota de 323 mil veículos. Fazer o trânsito fluir, e com segurança, é um grande desafio para a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, que tem investido constantemente em novas tecnologias e na gestão integrada de equipamentos”, ressalta o secretário.

O prefeito Barjas Negri (PSDB) ressaltou que a reformulação da CIMM é fruto de um trabalho intenso e de investimentos públicos, com ação integrada entre o trânsito, com as 15 novas câmeras, e a segurança, com 35 novas câmeras da Guarda Civil, anunciadas recentemente. “Piracicaba se transforma, gradativamente, em uma cidade mais inteligente e mais segura”, disse.

Cristiani Azanha

[email protected]