Caminhão com carga madeira tomba e interdita Estrada da Ceasa

Carga de madeira ficou espalhada na estrada. (Amanda Vieira/JP)

Um motorista de 42 anos ficou preso nas ferragens após tombar o veículo que dirigia na Estrada da Ceasa, na tarde deste domingo (26). A vítima foi socorrida ao Hospital Santa Casa, onde permanece internado. A assessoria no hospital, informou que o paciente está em estado estável e a família já foi localizada. Nesta segunda-feira (27), parte da carga ainda estava espalhada na via e o caminhão ainda não tinha sido removido.

O acidente aconteceu por volta das 16h de domingo. Os bombeiros informaram que provavelmente, o motorista perdeu o controle em uma curva, e o veículo tombou.  O motorista ficou preso nas ferragens e os bombeiros demoraram cerca de 15 minutos para removê-lo do veículo.

O trânsito foi direcionado para o sentido a Rodovia do Açúcar (SP-308) e agentes da Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes) ainda atuavam na sinalização do local, nesta segunda-feira. Até o final da tarde, ainda não havia previsão para a liberação do veículo.

MORTES

Um serrador de 32 anos perdeu o controle de seu veículo Fiat, modelo 147, e bateu na traseira de um ônibus estacionado, na Vila Fátima, por volta das 6h30 de domingo (26). Ele confessou que voltava de um forró e dormiu ao volante. Um dos passageiros do veículo, um ajudante geral de 19 anos, foi socorrido à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) na Vila Rezende, mas não resistiu. Outro ocupante do carro teve escoriações leves.

Segundo o boletim de ocorrência, o serrador aparentava sinais de embriaguez, mas se negou a fazer o teste do bafômetro e exame de sangue para dosagem alcoólica. No plantão policial, o médico legista Ricardo Tedeschi fez o exame clínico de embriaguez e atestou que não tinha elementos para afirmar que estava sob influência de bebida alcoólica.

Um motociclista de 25 anos, morreu após colidir com um caminhão, no bairro Morumbi, por volta das 5h30 deste sábado (25). O motorista do caminhão teria informado à polícia, que foi fazer uma ultrapassagem pela faixa da direita, quando o motociclista, que segundo ele, estaria em alta velocidade, tentou fazer uma ultrapassagem entre seu veículo e o canteiro central. Ele ouviu um barulho e percebeu um impacto na roda traseira e somente depois percebeu que se tratava de um acidente de trânsito fatal.

 

Cristiani Azanha