Campanha conscientiza sobre direito do consumidor

 
 
Na tarde de ontem, o Procon Piracicaba realizou campanha orientativa no TCI (Terminal Central de Integração) para marcar o Dia do Consumidor, celebrado anualmente em 15 de março. O foco principal da ação foi a orientação sobre as novas alterações nos planos de saúde, que geram muitas dúvidas entre os consumidores, porém, diversos outros temas foram abordados, como quando acionar o Procon e como consultar o CDC (Código de Defesa do Consumidor).
 
Conforme explicou o agente fiscal do Procon, Roci Felippe, as dúvidas mais frequentes quanto às novas alterações nos planos de saúde está na diminuição de coberturas. “As alterações estão sendo discutidas na reforma da lei dos planos de saúde, o que pode levar à diminuição da cobertura aos usuários e reduzir as multas das operadores que descumprirem a lei. O Procon apoia a campanha que se manifesta contra esta reforma, para que o CDC continue valendo para os planos de saúde”, afirmou.
 
Entre outras dúvidas do consumidor, de acordo com Roci, estavam as cobranças financeiras, ou seja, problemas com bancos e cartão de crédito. “Muitos não sabem lidar com este tipo de problema. Orientamos procurar o Procon, sempre que houver alguma dúvida na cobrança ou que o consumidor ache que a cobrança seja abusiva. Percebemos, neste dia, que muitos querem deixar seus nomes limpos e renegociar dívidas, mas muitas vezes os juros acabam extrapolando. É nesta hora que o Procon pode ajudar na negociação”, disse.
 
Problema com cartão de crédito foi relatado pela doméstica Meiriana Moreira Correia, 52. “Fiz o cartão em uma rede de supermercado e sempre paguei o valor mínimo. Uma hora não consegui mais fazer compra. Fui negociar a dívida e não aceitaram. Eles me orientaram a deixar uma fatura vencer para depois reclamar. Não fiz, mas até hoje não consegui pagar a dívida”, relatou. “No caso dela, a orientação é de comparecer ao nosso posto para tomarmos a devida providencia e tentar acordo com a empresa do cartão”, disse Roci.