Campeões de 1985 e 1987 voltam para a Série A em 2020

Coritiba, campeão em 1985, e Atlético-GO se juntam a Bragantino e Sport, campeão em 1987, na elite nacional. (Foto: Divulgação/Coritiba FC)

O Campeonato Brasileiro Série B terminou no último sábado (30) e as quatro equipes que confirmaram o acesso para a Série A em 2020 foram o Bragantino-SP (que terminou com o título), Sport-PE, Coritiba-PR e Atlético-GO, sendo que esses dois últimos subiram apenas na última rodada. Em contrapartida, Londrina-PR, São Bento-SP (que estará na próxima Série A2 junto com o XV de Piracicaba), Criciúma-SC e Vila Nova-GO foram rebaixados para a terceira divisão nacional.

Com o acesso do Atlético-GO e a boa campanha do Goiás EC, o Estado de Goiás e a Região Centro-Oeste voltará a ter dois times na Série A em 2020, sendo a segunda vez nos pontos corridos. A última vez que a dupla goiana esteve junta na primeira divisão foi em 2010, quando o Esmeraldino foi rebaixado e o Dragão ficou na 16ª posição, não caindo em razão do número de vitórias. A edição do ano que vem também será a primeira dos pontos corridos (e a primeira desde 2001) que não terá times de Santa Catarina na Série A, já que Avaí e Chapecoense foram rebaixados e nenhuma equipe do estado conseguiu o acesso.

Desde que começaram a subir quatro equipes para a primeira divisão em 2006, essa foi a segunda vez em que equipes de quatro regiões diferentes conseguiram o acesso, já que um time do Nordeste (Sport), um do Centro-Oeste (Atlético-GO), um do Sudeste (Bragantino) e um do Sul (Coritiba) conseguiram retornar para a Série A. A outra edição em que ocorreu esse feito em 2016, com os retornos de Atlético-GO (Centro-Oeste), Avaí (Sul), Vasco (Sudeste) e Bahia (Nordeste).

Campeão Brasileiro em 1985 e vice-campeão da Copa do Brasil em 2011 e 2012, o Coritiba entrou na rodada na terceira posição e precisava vencer o Vitória-BA para não depender de outros resultados. O Coxa saiu atrás na primeira metade do jogo, mas virou para 2 a 1 para chegar aos 66 pontos e confirmar sua volta a Série A após dois anos disputando a divisão de acesso. O Alviverde será o segundo representante do Paraná na elite, ao lado do rival Athletico-PR.

O Atlético-GO foi a última equipe a confirmar o acesso e só conseguiu subir ao final da rodada. O Dragão começou no 5º lugar, e precisava vencer o vice-campeão Sport, além de secar o América-MG, que entrou na 4ª posição e enfrentava o rebaixado São Bento. A equipe goiana ficou no empate diante dos pernambucanos, mas, com a derrota do Coelho em casa para a equipe de Sorocaba, o Atlético chegou a 62 pontos, ultrapassou os mineiros (61 pontos), e garantindo sua volta a primeira divisão após o rebaixamento de 2017.

O campeão Bragantino confirmou o título da Série B há duas rodadas e se juntou ao hall dos bicampeões da Série B (o outro título foi em 1989), ao lado de Coritiba (2007 e 2010), Goiás (1999 e 2012), América-MG (1997 e 2017), Paysandu (1991 e 2001) e Palmeiras (2003 e 2013). No ano seguinte, a equipe, que também está na Série A1, se chamará Red Bull Bragantino. O Sport, campeão brasileiro em 1987 e da Copa do Brasil 2008, subiu na penúltima rodada ao vencer a Ponte Preta e retorna um ano após seu descenso, fazendo com que Pernambuco volte a ter um time na Série A.

Mauro Adamoli

[email protected]